Notícias | Dia a dia
Dirigente russo: 'Djokovic havia perdido o interesse'
04/12/2018 às 09h58

Djokovic fechou o ano com dois Slam e quatro títulos

Foto: Arquivo

Moscou (Rússia) - Presidente da federação russa de tênis e também capitão da equipe na Copa Davis, Shamil Tarpischev falou sobre a temporada do sérvio Novak Djokovic em entrevista ao Championat. Ele elogiou bastante a volta por cima que deu o atual número 1 do mundo e acredita que o tenista de Belgrado voltou a seus melhores momentos.

“Novak vinha de ótimas temporadas, mas em algum momento no meio de 2016 ele teve perdeu rendimento e assim foi por dois anos. Isso foi causado pela sequência de partidas e por ter perdido um pouco o interesse”, comentou o dirigente russo.

“O lado emocional sumiu, ele virou um cara que só se preocupava com yoga e dieta, por isso seu corpo acabou sofrendo. Agora Djokovic é o mesmo de quatro anos atrás, ele se reencontrou e está forte novamente”, acrescentou Tarpischev, que também falou sobre o desempenho de Karen Khachanov neste ano.

Para o mandatário do tênis russo, o jovem tenista é o primeiro de uma geração que terá outros compatriotas também despontando. “Entre os nossos nomes mais promissores, Karen é o primeiro que conseguiu se combinar os fatores que precisa um grande jogador, especialmente fisicamente”, analisou.

“Ele jogou de forma incrível em Paris, derrotou top 5. É apenas o seu começo e se conseguir escapar de lesões e trabalhar certo, com certeza irá crescer e terá ainda mais sucesso no futuro”, complementou Tarpischev, destacando a campanha de Khachanov para a conquista do Masters 1000 de Paris, seu maior título até então.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis