Notícias | Dia a dia
Espanha pode ter seu Slam, diz Manolo Santana
06/12/2018 às 11h16

Santana continua a jogar tênis aos 80 anos

Foto: Reprodução

Marbella (Espanha) - Maior tenista espanhol antes de Rafael Nadal e um homem sempre vinculado aos bastidores do esporte nas últimas décadas, Manoel Santana acredita que a Espanha tem o direito de reivindicar a promoção de um torneio de Grand Slam, que tradicionalmente tem quatro etapas, desde a entrada da França em 1925.

"Sempre existe chance de isso acontecer", afirma ele em entrevista ao jornal Marca. "Temos dinheiros, excepcionais instalações e jogadores de alto nível, então por que não poderíamos fazê-lo? Seria algo extraordinário". Santana não é contrário às mudanças no esporte: "O tênis de hoje não tem nada a ver com o de 10 anos atrás, mas o que é importa é se manter a qualidade da competição, o espectador e o tenista muito unidos. Todos querem ver um tênis bonito".

Questionado sobre os melhores golpes dos tenistas em atividade, Manolo diz que o forehand de Rafael Nadal é o que o mais agrada. "Meu golpe favorito é o forehand e acho incrível como ele varia esse golpe, até mesmo com deixadas e lobs. É espetacular vê-lo jogar. O backhand que mais me agrada é o de (Roger) Federer".

Aos 80 anos, Manolo continua em quadra. "Eu jogo ainda todos os dias quando estou em Marbella. Tenho dois monitores que me lançam bolas à direita e à esquerda, me fazem me movimentar o tempo todo e assim também faço minha preparação física".

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis