Notícias | Dia a dia
Técnico de Osaka, Sascha Bajin é o melhor do ano
10/12/2018 às 14h00

Bajin foi rebatedor de Serena, Azarenka e Wozniacki antes de virar técnico

Foto: Arquivo

Miami (EUA) - Pela primeira vez, a WTA realizou uma votação entre os treinadores para a escolha do melhor técnico do ano no cirucito feminino. O vencedor em 2018 foi o estreante Aleksandar Bajin, o "Big Sascha", que teve sua primeira experiência como treinador principal ao lado de Naomi Osaka.

Nascido na Sérvia e radicado na Alemanha, Bajin foi membro da equipe de Serena Williams entre 2007 e 2014. Ele também trabalho como rebatedor de outras duas ex-líderes do ranking, Victoria Azarenka e Caroline Wozniacki, antes de assumir o desafio de treinar a jovem japonesa.

Em 2018, Osaka conseguiu o primeiro título da carreira em Indian Wells e se tornou a primeira japonesa a vencer um Grand Slam quando conquistou o US Open. Se no dia 1º de janeiro, a nipônica aparecia apenas no 68º lugar do ranking, atualmente ela aparece na quinta posição, chegando a ocupar o quarto lugar por três semanas em outubro.

Concorriam com Sascha Bajin o australiano Darren Cahill, que trabalhava com a número 1 do mundo Simona Halep, o norte-americano Kamau Murray que acompanha Sloane Stephens, o treinador belga Wim Fissette, que atuou ao lado de Angelique Kerber em 2018 e será técnico de Victoria Azarenka no ano que vem, e também o monegasco Thomas Drouet, que já atua há quatro anos ao lado da húngara Timea Babos.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis