Notícias | Dia a dia
Rio Open adota em 2019 o relógio de saque
14/12/2018 às 12h22

Todas as quadras do complexo terão contador de 25 segundos.

Foto: João Pires/ Fotojump

Rio de Janeiro (RJ) - Em mais um investimento em tecnologia e inovação, o Rio Open apresentado pela Claro será o primeiro torneio sul-americano a adotar o “shot clock”, relógio de saque. A sexta edição do maior torneio de tênis da América do Sul acontece de 16 a 24 de fevereiro de 2019, no Jockey Club Brasileiro, e os ingressos estão à venda pelo site tudus.com.br/rioopen.

Sensação de 2018, o relógio de saque foi usado durante a temporada de preparação do US Open e no próprio Grand Slam americano. A novidade, que veio para ficar, trouxe inovação para o jogo mundialmente - como medida para impedir que tenistas excedam o tempo de 25 segundos para sacar - e maior interação com os fãs, já que o relógio é visível para o público e para os espectadores de televisão e online.

Os relógios de saque serão norma somente nos Masters 1000 em 2019, mas o Rio Open seguirá sua tradição de trazer para o ATP 500 as principais inovações da ATP e realizar um evento no padrão da elite do circuito. Em 2018, por exemplo, o torneio trouxe a tecnologia do hawk-eye para o saibro (olho de falcão), que define se a bola foi dentro ou fora por câmeras de altíssima resolução.

“O shot clock foi uma inovação bem avaliada entre os torneios e jogadores e já o estamos adotando mesmo antes de ser obrigatório nos ATP 500. Além de garantir que a regra do tempo seja cumprida, ele também é um fator de entretenimento para o público, porque fica aquela expectativa se o tenista vai ultrapassar ou não o tempo”, disse Luiz Carvalho, diretor do torneio. “Espero que a ATP consiga seguir implementando novidades que deixem os jogos ainda mais interessante para os fãs de esporte.”

O relógio é disparado em 25, a partir do momento em que o árbitro de cadeira anuncia o placar, e continua de forma regressiva até chegar ao zero.

Para seguir as exigências da ATP, o Rio Open disponibilizará o relógio em todas as quadras e partidas do torneio, incluindo o qualifying, que será realizado em 16 e 17 de fevereiro no Jockey Club.

PROGRAMAÇÃO RIO OPEN 2019

O Rio Open começa no dia 16 com o qualifying e no dia 18 tem início a chave principal, com a final acontecendo no dia 24 de fevereiro.

A programação da chave principal contará com duas sessões de segunda-feira a quinta-feira: Sessão 1, com início às 16h30; e Sessão Noite, a partir de 19h. Já de sexta-feira a domingo, o torneio terá sessão única. A sessão 1 será composta pelo 1º jogo da Quadra Central e mais todos os jogos das quadras externas. A sessão noite será formada pelos jogos que começam a partir de 19h na Quadra Central, além dos jogos nas quadras externas. Vale destacar que qualquer ingresso dá acesso ao complexo que será montado no Jockey Club Brasileiro, não importa a sessão.

O maior torneio de tênis da América do Sul é um dos 13 campeonatos de nível ATP 500, uma das categorias mais importantes do tênis. É um dos três eventos desse porte disputados no saibro, junto com Hamburgo e Barcelona. Mantendo a tradição, jogadores da elite do tênis mundial estarão na chave principal. Vice-campeão de Roland Garros, o número 8 do mundo Dominic Thiem, da Áustria, marca presença de novo, assim como o italiano Fabio Fognini e o atual campeão Diego Schwartzman, da Argentina, formando a trinca do top 20.

Grande revelação brasileira, Thiago Wild disputará seu primeiro ATP 500 após conquistar a vaga na Maria Esther Bueno Cup. Uma das melhores duplas do mundo, formada pelo brasileiro Bruno Soares e pelo escocês Jamie Murray, também está garantida na competição.

VENDA DE INGRESSOS

As vendas de ingressos são feitas pelo site tudus.com.br/rioopen. O pagamento poderá ser feito com cartões de crédito Visa, Mastercard, Elo e Diners, com parcelamento em até 4 vezes sem juros. Não haverá cobrança de taxa de conveniência.

Os valores variam entre R$ 30 e R$ 490.

Em 2019, para maior facilidade do público, será possível a utilização do ingresso via QR Code.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis