Notícias | Dia a dia
Pliskova terá uma dupla de treinadoras em 2019
14/12/2018 às 14h08

Pliskova trabalhará com Conchita Martínez e Rennae Stubbs

Foto: Arquivo

Monte Carlo (Mônaco) - De olho na volta à liderança do ranking mundial e ainda em busca de seu primeiro título de Grand Slam, Karolina Pliskova faz uma aposta em duas treinadoras para o ano de 2019. A tcheca contará com as colaborações da espanhola Conchita Martínez e da australiana Rennae Stubbs.

Martínez volta a trabalhar com Pliskova depois de ter realizado uma colaboração pontual no último US Open. Durante o Grand Slam norte-americano, a tcheca de 26 anos venceu quatro jogos seguidos em sets diretos antes de cair para Serena Williams nas quartas de final.

"Karolina é uma jogadora com enorme potencial físico e é muito receptiva às propostas para um crescimento maior e tem uma motivação para trabalhos extraordinários", disse Martinez ao site da WTA. Ex-número 2 do mundo e campeã de Wimbledon em 1994, a espanhola de 46 anos já fez parte da equipe da compatriota Garbiñe Muguruza, durante a conquista do Grand Slam londrino no ano passado.

Já Stubbs faz parte da equipe de Pliskova desde o WTA Premier de Cincinnati, mas não pôde trabalhar com a tcheca no US Open por conta de outros compromissos profissionais. A australiana retomou a parceria após o Slam nova-iorquino e seguiu acompanhando a tcheca na reta final da temporada no circuito.

Pliskova aparece atualmente no oitavo lugar do ranking mundiall. Ela conseguiu 49 vitórias e 23 derrotas na temporada de 2018, com títulos no saibro de Stuttgart e nas quadras duaras e cobertas de Tóquio. O início da temporada será movimentado para a tcheca, que jogará em Brisbane e Sydney antes do Australian Open.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis