Notícias | Dia a dia
Hewitt aposta em ano promissor para De Minaur
21/12/2018 às 11h53

Hewitt atua como mentor do jovem australiano no circuito

Foto: Arquivo

Sydney (Austrália) - Ex-número 1 do mundo e atualmente atuando como um mentor na carreira do jovem australiano Alex de Minaur, Lleyton Hewitt aposta em um futuro promissor para o pupilo de 19 anos e já número 31 do ranking. Hewitt destaca a potência nos golpes de De Minaur e sua facilidade para assimilar novas informações como peças fundamentais para sua franca evolução no circuito.

"Ele tem muito poder de fogo do fundo de quadra. Eu o vejo superar a potencia dos golpes de fundo de muitos jogadores", disse Hewitt ao diário australiano The Age. "Se nós olhamos para caras como Frances Tiafoe, por exemplo. No US Open, ele varreu o Tiafoe de quadra e fez um jogo equlibrado com [Marin] Cilic.

"O timing dele quando ele joga é realmente bom e nós também estamos fazendo ele ganhar peso nesses últimos meses, para que ele possa bater todos aqueles caras com seus golpes", explica o ex-líder do ranking mundial e capitão australiano da Copa Davis. "Acho que ele ainda tem muito a melhorar e será uma evolução que vem naturalmente, mas depende de nós acelerar um pouco esse processo".

De Mianur teve bom desempenho no saque em 2018, ao anotar 232 aces e vencer 78% dos games de serviço que disputou, mas Hewitt acredita que o jovem jogador também pode fazer alguns ajustes que o farão ficar menos vulnerável no futuro. "Quando ele está jogando bem, ele também saca muito bem, mas ainda há ajustes que podemos trabalhar para que ele não tenha que trabalhar tão duro em todos os games de serviço"

O vencedor de dois títulos de Grand Slam também considera fácil e prazeroso trabalhar com um jogador como De Minaur. "Para mim, é muito fácil ser um mentor para alguém como Alex. Ele é como uma esponja para absorver as informações. É uma pessoa fácil de lidar e tem a mente aberta para muitas coisas, incluindo para ajustar seu calendário e tentar descobrir qual é a melhor situação. Para mim, tem sido um prazer trabalhar com ele".

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis