Notícias | Dia a dia
Djokovic comemora vitória rápida e já volta nesta 4ª
02/01/2019 às 10h20

Sérvio definiu sua partida de estreia em menos de uma hora

Foto: Divulgação

Doha (Qatar) - A vitória em apenas 55 minutos e 33 segundos na partida de estreia do ATP 250 de Doha era exatamente o que Novak Djokovic precisava para o primeiro jogo da temporada. Como o torneio no Qatar termina no sábado e não dá folga na primeira rodada aos favoritos, o sérvio tem que jogar em cinco dias seguidos caso chegue à final e terá pouco tempo de descanso e recuperação física entre uma partida e outra durante a semana.

"Estou feliz que não passei muito tempo na quadra. Estou ansioso para continuar jogando dessa maneira", disse Djokovic, depois de vencer a partida contra o bósnio Damir Dzumhur por 6/1 e 6/2 na última terça-feira. O sérvio volta a atuar nesta quarta-feira, por volta do meio-dia (de Brasília), diante do 36º colocado húngaro Marton Fucsovics.

"Tentei fazer tudo certo desde o primeiro momento, ter um bom foco e intensidade e não permitir que meu oponente realmente sentisse que ele tinha uma chance de voltar ao jogo", avaliou o número 1 do mundo. "Eu estava muito focado em todos os games e em todos os pontos e feliz com a maneira como eu estava jogando".

Apesar da ampla diferença no placar e do pouco tempo em quadra, Djokovic não utiliza o termo "fácil" para descrever a partida contra o 47º do ranking. "Em termos de resultado e em termos de tempo, parece bastante confortável, mas não acho legal e justo dizer que foi fácil porque tenho respeito por Dzumhur"

"Ele cometeu muitos erros não-forçados e estava nervoso em quadra. A atmosfera e o ambiente de uma quadra central são diferentes. Eu ainda acho que ele poderia jogar melhor do que no jogo de hoje e desejo a ele ao melhor", complementou o jogador de 31 anos, que já venceu o torneio de Doha nos anos de 2016 e 2017.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis