Notícias | Dia a dia
Federer vence no detalhe e leva a Suíça à final
03/01/2019 às 09h12

Federer venceu três jogos contra integrantes da nova geração

Foto: Divulgação

Perth (Austrália) - Em mais um duelo contra um integrante da nova geração, Roger Federer marcou sua terceira vitória na semana pela Copa Hopman. Número 3 do mundo, o veterano suíço de 37 anos venceu o grego de 20 anos e 15º colocado Stefanos Tsitsipas em dois tiebreaks, com parciais de 7/6 (7-5) e 7/6 (7-4) em 1h35 de partida.

A vitória de Federer sobre Tsitsipas foi suficiente para que a Suíça garantisse presença na final da Copa Hopman. Isso porque a única chance de classificação da Grécia envolvia uma varrida de sua equipe nesta quinta-feira, com Tsitsipas e Maria Sakkari vencendo os três jogos diante de Federer e Belinda Bencic.

Durante a semana, Federer também venceu o britânico de 23 anos e 90º do ranking Cameron Norrie e o norte-americano de 20 anos e 39º colocado Frances Tiafoe. Vencedora do Grupo B da Copa Hopman e atual campeã do torneio, a Suíça espera pelo confronto entre Austrália (Matthew Ebden/Ashleigh Barty) e Alemanha (Alexander Zverev/Angelique Kerber) para a definição dos adversários na decisão.

Em um primeiro set sem quebras ou mesmo break points, tanto Federer quanto Tsitsipas confirmavam seus games de serviço rapidamente e também definiam os pontos em poucas trocas de bola. Quando chegaram ao tiebreak, o grego só havia perdido quatro pontos no saque e o suíço apenas cinco.

O game-desempate começou favorável a Tsitsipas, que conseguiu ser mais agressivo e vencer dois pontos seguidos no saque de Federer para liderar por 4-1. A reação do suíço veio de imediato, com dois ótimos forehands para igualar a disputa. Com o placar empatado por 5-5, o grego fez uma dupla-falta e deu a chance ao suíço de fechar o set com um ace.

Federer seguia sem ter o serviço ameaçado no segundo set e perdeu apenas sete pontos em seus games de saque. O suíço teve três chances de quebra ao longo da parcial, mas Tsitsipas conseguiu ótimos saques em momentos delicados, com o placar empatado por 4-4 ou 5-5. Em novo tiebreak, o ex-número 1 do mundo foi superior desde o início e abriu uma vantagem confortável por 6-3. Federer perdeu o primeiro match point, mas definiu a partida na sequência. As estatísticas da partida também mostram equilíbrio, já que Federer liderou por 28 a 27 em winners e cometeu 20 erros contra 22 do rival.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis