Notícias | Dia a dia
Djokovic é semifinalista após mais uma virada
03/01/2019 às 14h48

Djokovic precisou de três sets nos dois últimos jogos que disputou

Foto: Divulgação

Doha (Qatar) - Pelo segundo dia consecutivo, Novak Djokovic precisou de três sets para vencer seu jogo pelo ATP 250 de Doha. O número 1 do mundo começou novamente atrás no placar, mas conseguiu superar o 21º colocado georgiano Nikoloz Basilashvili por 4/6, 6/3 e 6/4 em 1h56 de partida para garantir vaga na semifinal da competição

Como o torneio no Qatar não dá folga na primeira rodada aos cabeças de chave e ainda termina no sábado, Djokovic terá que jogar em cinco dias seguidos se chegar à final. O sérvio estreou na última terça-feira vencendo o bósnio Damir Dzumhur em apenas 55 minutos, mas na rodada seguinte precisou virar o jogo diante do húngaro Marton Fucsovics.

Bicampeão em Doha nos anos de 2016 e 2017, Djokovic acumula 72 títulos de ATP e busca a final de número 106 em sua carreira profissional. Ele enfrenta agora o espanhol Roberto Bautista Agut. O sérvio de 31 anos tem sete vitórias e apenas uma derrota para o espanhol de 30 anos e 24º colocado. A única vez que Bautista Agut levou a melhor foi na semifinal do Masters 1000 de Xangai de 2016.

Quebrado ainda no game de abertura, Djokovic teve dificuldades com o saque durante o set inicial. Diante de um adversário que batia muito forte na bola e arriscava muito nas devoluções, o sérvio venceu apenas 18 dos 32 pontos jogados em seus games de serviço na parcial e voltaria a perder o saque para permitir a liderança por 4/1 para Basilashvili. Ainda que o líder do ranking tenha devolvido uma das quebras, não foi possível buscar o empate. O georgiano liderou a contagem de winners na parcial por 18 a 7.

Uma quebra a favor de Djokovic logo no começo do segundo set e um game longo com break point salvo na sequência ajudaram a mudar o rumo da partida. Com 3/0 no placar da parcial, o sérvio ganhou confiança e sustentou a vantagem no placar. O desempenho do número 1 do mundo no saque foi muito melhor, com apenas oito pontos perdidos em 30 disputados. Sacando para fechar, o sérvio ainda escapou da quebra mais uma vez. Se a estatística de winners era equilibrada, com 12 a 11 a favor de Djokovic, o sérvio cometeu apenas cinco erros contra oito do rival.

A parcial decisiva começou com uma troca de quebras entre os dois jogadores. Pouco depois, Djokovic conseguiu uma boa sequência do fundo de quadra e venceu doze pontos em dezessete possíveis para conseguir fechar três games seguidos e liderar por 4/2. Cada vez mais próximo da vitória, o sérvio perdeu apenas mais um ponto em seu saque para definir a vitória.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis