Notícias | Dia a dia
Sharapova diz que já sentia lesão há alguns dias
04/01/2019 às 12h43

Russa tenta se recuperar a tempo para o Australian Open

Foto: Divulgação

Shenzhen (China) - Depois de desistir nas quartas de final do WTA de Shenzhen, Maria Sharapova conta que a lesão na coxa esquerda, que a fez abandonar o jogo contra a bielorrussa Aryna Sabalenka, já a incomodava há alguns dias. Além da preocupação com a perna, a russa também já havia entrado em quadra com muita proteção no ombro direito, o mesmo que ela já teve um histórico de lesões.

"Eu já sentia um incômodo nas pernas há alguns dias e, em um determinado momento, senti uma queimação. Decidi que a escolha mais inteligente seria avaliar e ver como estarei na próxima semana", disse Sharapova, que abandonou a partida quando perdia por 6/1 e 4/2 após 1h18 de disputa.

A russa já demonstrava sinais de desgaste desde o começo do jogo e seu próprio treinador, Thomas Hogstedt, chegou a orientá-la a não agravar a lesão. "Se você se sentir como estava no primeiro ponto, então apenas pare. Ou peça atendimento médico agora", disse durante uma entrada em quadra ainda no primeiro set.

O atendimento médico a Sharapova foi realizado fora de quadra após o término do primeiro set. Pouco antes da desistência, a fisioterapeuta do torneio atendeu novamente a ex-número 1 do mundo durante uma virada de lado na segunda parcial.

Embora não tenha conseguido defender os 110 pontos da semifinal alcançada em Shenzhen, Sharapova não corre o risco de perder a condição de cabeça de chave no próximo Australian Open, que começa em dez dias. A jogadora de 31 anos e atual 29ª do ranking estará entre as 32 primeiras colocadas no ranking da próxima segunda-feira e fora do caminho das maiores favoritas nas duas primeiras fases.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis