Notícias | Dia a dia
Sell e Paula Gonçalves fazem preparação nos EUA
04/01/2019 às 19h16

Brasileiros se preparam na academia de Walter Preidikman

Foto: Divulgação

Los Angeles (EUA) - O catarinense Karue Sell e a paulista de Campinas Paula Gonçalves iniciaram a pré-temporada e definiram seus primeiros torneios para o novo ano. Os dois estão treinando em Los Angeles ao lado do técnico Walter Preidikman, o Gringo, na academia Walter Preidikman Tennis (WPT).

Sell está recuperado de uma lesão mão direita, que o afastou do circuito durante o segundo semestre de 2018. "Tive um bom 2018. Subi bem rápido ao top 400, tive boas vitórias e meu nível estava bem bom. Arrisquei mais challengers a partir de maio por conta das mudanças de ranking para pegar mais experiência, mas não deu muito certo e logo na sequência me machuquei", disse Sell.

"Foi meu primeiro ano integral como profissional e no geral foi muito bom", comenta o catarinense, que vem do circuito universitário norte-americano e retomou a carreira profissional apenas no final de 2017. "Vou trabalhar bastante na parte física pois fiquei bastante tempo parado . O Gringo está me ajudando bastante com a direita, algo que sempre precisei trabalhar, mas achamos um foco legal, algo que me deu um clique legal nesse golpe"

Atual 437º colocado no ranking, o jogador de 25 anos começará a temporada disputando torneios ITF na Europa. O primeiro evento será um 15s em Grenoble, na França, a partir do dia 4 de fevereiro, e depois ele joga dois torneios 25s na Grã-Bretanha, em Barnstaple e Glasgow, antes de voltar aos Estados Unidos.

"Terei que dar um pequeno passao atrás porque não consegui defender título de setembro e nem conseguirei defender outro de janeiro que vou descartar. Na minha cabeça tenho que preciso começar forte , ganhar muitos jogos de futures para subir aos challengers".

Já Paula Gonçalves teve que recuperar terreno no ranking. Ela chegou a ocupar o 683º lugar em abril e o 623º posto em agosto, mas terminou o ano na 448ª posição. Entretanto, a marca ainda é muito distante de seu recorde pessoal, o 158º lugar, alcançado em agosto de 2016.

"O ano de 2018 foi de muito aprendizado para mim. Estou muito mais madura, lúcida, melhor preparada e mais confiante", comenta a jogadora de 28 anos. Paula fará suas primeiras semanas de pré-temporada em Campinas ao lado do treinador Ricardo Mello e na terceira semana virá para Los Angeles para trabalhar com Preidikman.

"Voltei para Campinas, o que me fez muito bem e me trouxe uma felicidade muito maior. Pude treinar com o Ricardo, que foi top 50 há alguns anos, e ele sempre me dá boas dicas, ou até mesmo algumas instruções básicas, mas que estão me ajudando dentro de quadra. Com o Gringo, acho que nos conectamos de uma forma imediata e confiança um no outro fluiu naturalmente".

A campineira tem no calendário os torneios de Surprise, no Arizona, a partir de 11 de fevereiro. Depois segue para Rancho Santa Fe, na Califórnia, também com premiação de US$ 25 mil. A partir de 11 de março ela disputa três eventos no Brasil em São Paulo e Curitiba, de US$ 25 mil, e o último em sua terra natal a partir de 25 de março, com premiação de US$ 15 mil. "Não joguei o número de torneios que gostaria de ter jogado por algumas pequenas lesões e até de alguns acidentes, como quando quebrei um osso da minha mão direita um dia antes de viajar para um torneio", explicou.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis