Notícias | Dia a dia
Halep diz não sentir dor e lamenta chances perdidas
09/01/2019 às 15h27

Halep não passou da rodada de estreia em Sydney

Foto: Divulgação

Sydney (Austrália) - Eliminada ainda na estreia do WTA Premier de Sydney, Simona Halep fez uma avaliação sobre sua volta às quadras depois de sofrer com uma lesão nas costas no final da temporada passada. A romena fica feliz por jogar sem dor, mas lamentou as oportunidades perdidas na derrota por duplo 6/4 para a australiana Ashleigh Barty.

"Foi uma boa partida, ainda mais depois de quatro meses em que eu fiz apenas um jogo completo. Acho que joguei em um bom nível de tênis, mas não tive inspiração em alguns pontos importantes", disse Halep, que está sem vencer desde agosto, em Cincinnati, e perdeu nas estreias dos últimos quatro torneios que disputou. Ela encerrou o ano de 2018 ainda no início de outubro, em Pequim, e não disputou o WTA Finals.

"Não sinto dor e fico feliz por isso. É um ótimo sinal. Farei um trabalho de recuperação agora e verei como eu acordo amanhã, porque isso é importante", acrescenta a romena de 27 anos, que segue na liderança do ranking mundial. Ela agora entra em reta final de preparação para o Australian Open, que começa na próxima segunda-feira.

"Eu assumi o risco e tirei uma pausa um pouco mais longa porque eu precisava descansar, tanto fisicamente quanto mentalmente", avalia a número 1 do mundo. "Vim sem expectativas. Não posso esperar que eu esteja no meu nível máximo neste momento, porque eu não fiz tantos jogos, mas estou jogando bem e só preciso acreditar mais em mim mesma".

Finalista do Australian Open em 2018, Halep não estabelece meta de resultados para a próxima edição do evento em Melbourne. "É difícil falar em ir longe no torneio sem ter feito muitos jogos e sem fazer uma grande preparação, porque não é fácil suportar o calor de lá, mas espero jogar melhor do que hoje".

A respeito da partida contra Barty, Halep lamentou principalmente as muitas chances de quebra. A romena teve onze break points no jogo de 1h27, mas concretizou apenas duas dessas oportunidades. "Ela jogou muito bem, os slices funcionaram muito bem, e ela mereceu vencer hoje. Mas, ao mesmo tempo, eu também estive muito perto de vencer. Tive muitas chances de quebrar o saque dela e ficar em vantagem, mas não aproveitei", comenta a romena, que também terminou a partida com nove winners e 22 erros não-forçados.

"Ela sempre joga muito bem contra mim e todas as nossas partidas são equilibradas. Hoje ela foi um pouco melhor do que eu, porque ela talvez tenha dez jogos a mais que eu neste ano, então ela estava mais preparada do que eu", complementou a líder do ranking, que havia vencido os dois duelos anteriores contra Barty no circuito, em Montréal e Cincinnati no ano passado.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis