Notícias | Dia a dia
Últimos favoritos, Fognini e Carreño param nas quartas
10/01/2019 às 08h35

Kohlschreiber foi o algoz de Fognini em Auckland

Foto: ATP

Auckland (Nova Zelândia) - Os dois cabeças de chave que chegaram até as quartas de final do ATP 250 de Auckland, o italiano Fabio Fognini e o espanhol Pablo Carreño, não conseguiram fazer valer suas respectivas condições e acabaram sendo eliminados do torneio nesta quinta-feira.

Segundo mais bem cotado, Fognini não foi páreo para o alemão Philipp Kohlschreiber, que precisou de apenas 65 minutos para derrubar o italiano pela sétima vez em nove confrontos, triunfando em sets diretos, com parciais de 6/3 e 6/1.

A eliminação de Carreño também veio por mãos alemãs, só que em uma partida muito mais disputada. O espanhol jogou três tiebreaks contra Jan-Lennard Struff, que acabou levando a melhor com o placar final de 7/6 (7-5), 6/7 (6-8) e 7/6 (9-7), em 2h59 de batalha.

Depois de eliminar o quarto pré-classificado na competição, Struff terá pela frente o britânico Cameron Norrie, que entrou na chave com um convite e vem aproveitando muito bem a oportunidade. Sua vítima mais recente foi o norte-americano Taylor Fritz, contra quem marcou 7/6 (7-3) e 6/3.

Na outra semifinal do torneio, Kohlschreiber irá desafiar o norte-americano Tennys Sandgren, que deixou pelo caminho nas quartas o argentino Leonardo Mayer, vencendo em sets diretos e com o placar final de 6/3 e 7/6 (7-5).

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis