Notícias | Dia a dia | Australian Open
Federer dá bom primeiro passo rumo ao hepta
14/01/2019 às 10h08

Federer jamais perdeu na estreia em 20 participações no torneio

Foto: Site oficial

Melbourne (Austrália) - Como se esperava, o suíço Roger Federer não teve trabalho para iniciar a defesa de seus dois títulos consecutivos no Australian Open. Pela sétima vez seguida, superou o tênis de base do uzbeque Denis Istomin, atual 99º do ranking, com o placar de 6/3, 6/4 e 6/4. Federer jamais perdeu numa estreia do torneio.

Seu adversário de quarta-feira também não promete emoções: o britânico Daniel Evans superou o japonês Tatsuma Ito, em duelo de qualificados, por 7/5, 6/1 e 7/6 (10-8). Caso mantenha seu favoritismo, terá o experiente Gael Monfils ou o garoto Taylor Fritz em seguida.

Aos 37 anos e em busca do recorde de sete troféus em Melbourne, Federer chegou a 95 vitórias no Australian Open e a sua 340ª em eventos de Grand Slam. Foi sua estreia oficial na temporada 2019, já que a Copa Hopman, em que ganhou quatro jogos de simples, é um amistoso.

Em sua 20ª participação no Slam australiano, igualando marca de Lleyton Hewitt, Federer usou muito bem o piso e bola mais velozes, dando poucas brechas ao uzbeque com o serviço nas mãos. No primeiro set, anotou sete aces e só perdeu três pontos com o saque.

Típico jogador de base, Istomin novamente não achou soluções diante do suíço, que passou a mesclar mais efeitos na segunda série e com isso cometeu mais erros. Acima de tudo, mostrou-se veloz de pernas e tirou alguns grandes golpes de um backhand mais batido.

Istomin viveu seu melhor momento no começo do terceiro set. Aplicou-se mais a colocar o primeiro saque e aventurou-se à rede, mas o erro de dois voleios fáceis acabou por lhe custar nova quebra. Federer caminhou sem sustos para fechar a partida em menos de duas horas e economizou fôlego.

Comentários