Notícias | Dia a dia | Australian Open
Com novo parceiro, Demoliner aprova a estreia
16/01/2019 às 14h50

Demoliner disputa seu primeiro torneio com parceiro dinamarquês

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - Depois de estrear com vitória no Australian Open e de vencer seu primeiro jogo ao lado do dinamarquês Frederik Nielsen, Marcelo Demoliner comemorou o início positivo da nova parceria. O gaúcho também destacou o alto nível da partida diante dos irmãos espanhóis Marcel e Gerard Granollers nesta terça-feira.

O jogo foi de alto nível. Foi uma boa vitória e nos traz confiança", disse Demoliner após a vitória por 4/6, 6/4 e 6/2, após 1h53 de confronto. "A gente começou sendo quebrado no 1/1, no vacilo em um game, e eles sacaram muito bem no primeiro set. No segundo, a gente estava um pouco mais entrosado. É o primeiro jogo de nossa dupla e começamos a sacar melhor e encaixar umas devoluções melhores, até que a gente conseguiu quebrar no 5/4, fechando o segundo set".

"Ali, a gente sentiu que mudou o momento do jogo, que foi para o nosso lado. Começamos super bem o terceiro set e quebramos ainda no início. O game-chave foi o que eu saquei no 3/1, porque enfrentamos vários break points e conseguimos salvar. No 4/2, meu parceiro também sacou em 15-40 e se salvou. E quando confirmamos aquele game, sentimos que o jogo era nosso e continuamos super bem", complementou o gaúcho.

Aos 29 anos, Demoliner aparece atualmente no 69º lugar do ranking da ATP. O gaúcho de Caxias do Sul tem como recorde pessoal a 34ª posição, alcançada no fim de 2017. Seu melhor resultado na Austrália foi a campanha até as oitavas, obtida há dois anos. Neste início de temporada, Demoliner já conquistou o challenger australiano de Canberra, jogando ao lado do francês Hugo Nys. Os próximos adversários em Melbourne podem ser o croata Franko Skugor e o britânico Dominic Inglot ou a parceria do japonês Taro Daniel com o australiano John Millman.

Novo parceiro de Demoliner, Nielsen já foi campeão de duplas em Wimbledon no ano de 2012, quando atuava com o britânico Jonathan Marray. O experiente dinamarquês de 35 anos aparece atualmente no 59º lugar do ranking de duplas e tem como recorde pessoal a 17ª posição. Em simples, chegou ao top 200 em 2011, mas só acumula 14 títulos de nível future.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series