Notícias | Dia a dia | Australian Open
Thiem abandona contra jovem anfitrião, Chung cai
17/01/2019 às 10h47

Aos 19 anos, Alexei Popyrin conseguiu a primeira vitória sobre top 10

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - Depois de uma estreia duríssima no Australian Open, Dominic Thiem encerrou sua participação nesta quinta-feira. O austríaco, que havia feito um jogo de cinco sets contra Benoit Paire pela primeira rodada, abandonou a partida contra o convidado australiano de 19 anos Alexei Popyrin quando perdia por 7/5, 6/4 e 2/0 após 1h44 de partida.

Após a partida, Thiem afirmou que o motivo da desistência não é necessariamente uma lesão, mas sim um mal-estar que o acompanha já há alguns dias. "Eu me senti muito mal durante o jogo", disse Thiem, que precisou lutar por 3h42 para vencer Benoit Paire em cinco sets na primeira rodada, em jogo que terminou por volta das 2h da manhã de quarta-feira, pelo horario local.

"Logo depois do primeiro jogo, eu estava muito bem. Mas depois comecei a sentir que todo o meu corpo estava doendo, e no jogo de hoje ficou pior. Senti dores por todo o corpo e eu estava me sentindo fraco. Não havia sentido em continuar", comenta o austríaco, que chegou a receber medicamentos em quadra durante o segundo set da partida desta quinta-feira.

Número 8 do mundo e cabeça 7 em Melbourne, o austríaco de 25 anos pode perder posições, já que ele havia chegado às oitavas de final no ano passado e tinha a missão de defender 180 pontos.

Algoz de Thiem na competição, Popyrin conseguiu suas primeiras vitórias em Grand Slam neste Australian Open e agora comemora uma inédita vitória diante de um top 10. Atual 149º do ranking, ele certamente terá o melhor ranking da carreira e irá se aproximar da 120ª posição. Caso chegue às oitavas, ele ficará bem perto do top 100.

O próximo adversário de Popyrin será o francês Lucas Pouille, ex-top 10 e atual 31º do mundo. Pouille avançou na competição ao superar o alemão de 23 anos e 71º do ranking Maximilian Marterer, com parciais de 7/6 (10-8), 7/6 (10-8), 5/7 e 6/4 em 3h22 de partida.

Também nesta quinta-feira, o sul-coreano Hyeon Chung se despediu da competição. Semifinalista no ano passado, Chung perdeu por 6/2, 1/6, 6/2 e 6/4 para o francês Pierre-Hugues Herbert, próximo adversário de Milos Raonic na competição. Como Chung defendeu apenas 45 dos 720 pontos que tinha a descontar, o atual 25º do mundo sairá do top 50 depois do torneio.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series