Notícias | Dia a dia | Australian Open
Com apenas 17 anos, Anisimova brilha no AO
18/01/2019 às 03h10

Anisimova já derrubou duas cabeças de chave no torneio

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - Jogando pela primeira vez a chave principal do Australian Open, a norte-americana Amanda Anisimova é a grande sensação do torneio até então. Com apenas 17 anos, ela já está nas oitavas de final, garantindo a vaga nesta sexta-feira ao bater a bielorrussa Aryna Sabalenka, 11ª favorita, com parciais de 6/3 e 6/2, em apenas 65 minutos.

Anisimova é a mais jovem tenista a alcançar as oitavas em um Grand Slam desde a austríaca Tamira Paszek, em 2007, e a mais nova a ir tão longe nas quadras do Melbourne Park desde a tcheca Nicole Vaidisova, em 2006. Ela também se tornou a primeira nascida nos anos 2000 a obter tal campanha em um dos quatro maiores torneios do circuito.

Sua próxima adversária na competição sairá do confronto entre a tcheca Petra Kvitova, cabeça de chave número 8, e a suíça Belinda Bencic. Anisimova venceu a canhota tcheca na única vez que ser cruzaram, ano passado em Indian Wells, e nunca mediu forças com a suíça no circuito.

Mesmo com a pouca idade, foi a norte-americana que deu as cartas contra Sabalenka, terminando a partida com mais bolas vencedoras (21 a 12) e menos erros não forçados (9 a 13). Ela teve 73% de aproveitamento com o saque, anotando quatro aces e apenas uma dupla falta. Além disso, não foi quebrada uma vez sequer, salvando o único break-point que encarou.

Com suas três vitórias em Melbourne, Anisimova dará um salto de mais de 20 lugares no ranking, saltando provisoriamente da 87ª para a 61ª colocação, a melhor da carreira. A premiação de 260 dólares irá praticamente dobrar tudo o que faturou até agora na curta carreira profissional.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series