Notícias | Dia a dia | Australian Open
Federer prevê duelo em alto nível contra Tsitsipas
18/01/2019 às 06h51

Federer enfrentou Tsitsipas há duas semanas pela Copa Hopman

Foto: Ben Solomon/Tennis Australia

Melbourne (Austrália) - Depois de vencer seu terceiro jogo no Australian Open, Roger Federer já pensa na próxima rodada. Número 3 do mundo e seis vezes campeão do torneio, o veterano suíço de 37 anos terá um duelo de gerações contra o jovem grego de 20 anos e já 15º colocado no ranking Stefanos Tsitsipas. Diante de uma das principais revelações da nova geração do circuito, o suíço prevê um duelo em alto nível.

"Ele está jogando tão bem, e estou ansioso para o confronto com ele. Acho que vai ser bom jogo. Gosto de como ele varia seu jogo e também chega à rede. Eu também acho que veremos um tênis de ofensivo e atlético", disse Federer a respeito de seu adversário nas oitavas em Melbourne.

Federer e Tsitsipas ainda não se enfrentaram em partidas oficiais pelo circuito da ATP, mas tiveram um bom teste na primeira semana do ano, quando o suíço venceu um duelo de dois tiebreaks contra o grego pela Copa Hopman. "Estou feliz por ter jogado contra ele na Copa Hopman. Acho que ele jogou muito bem lá. Penso que jogamos um tênis de alta qualidade".

"Obviamente, temos um outro tipo jogo, em uma melhor de cinco, sendo uma quarta rodada de uma Grand Slam. Acho que ele teve que trabalhar muito duro hoje contra o Basilashvili, que ele bate muito forte na bola. Eu o vi antes de entrar em quadra e ele está se defendendo muito bem", avalia o suíço, que segue em busca de seu sétimo título em Melbourne.

A respeito da vitória por 6/2, 7/5 e 6/2 sobre o norte-americano Taylor Fritz nesta sexta-feira, Federer destacou a importância de conseguir a primeira quebra logo no início do jogo para permanecer sempre à frente no placar. O suíço também prevê um futuro promissor para o jovem norte-americano de 21 anos e número 50 do mundo.

"Eu acho que queria ficar em vantagem rapidamente, porque sabia das ameaça que Taylor representa, especialmente com o saque. Tive que ficar ainda mais focado hoje para começar bem. Saio com um sentimento muito bom daqui depois de vencer alguém que pode ser perigoso no futuro".

Acostumado a atuar no horário nobre, especialmente quando joga em Melbourne, Federer fez dois jogos seguidos na sessão diurna. Além disso, o encontro com Fritz foi ainda no início da programação, a partir das 13h (horário local), com o teto fechado na Rod Laver Arena por conta da chuva. O suíço falou sobre o horário atípico para o jogo.

"Lembro-me que no início da minha carreira eu jogava mais nesse horário, especialmente nos Estados Unidos. Acho que isso acontecia por causa do fuso-horário para a Europa, com o Eurosport sendo a emissora que transmitia os torneios. Lembro que isso acontecia muito", comentou. "Para mim, jogar mais cedo é uma pequena mudança. Eu só acho que com a minha idade eu só preciso de um aquecimento extra e me importar um pouco mais com os detalhes, para que eu esteja realmente pronto para jogar às 13h".

Comentários