Notícias | Dia a dia | Australian Open
Djokovic perde set, mas avança e garante o nº 1
19/01/2019 às 05h24

Djokovic oscilou no fim, mas fechou com tudo

Foto: ATP

Melbourne (Austrália) - A partida deste sábado de Novak Djokovic contra Denis Shapovalov valia muito mais do que apenas uma vaga nas oitavas de final do Australian Open para o sérvio. Com a vitória sobre o canadense por 3 a 1, com parciais de 6/3, 6/4, 4/6 e 6/0, ele garantiu a manutenção da liderança do ranking até o final da competição, não podendo mais ser ultrapassado pelo espanhol Rafael Nadal.

O número 1 do mundo terá agora pela frente o russo Daniil Medvedev, cabeça de chave 15, que conquistou uma firme vitória por 3 sets a 0 contra o belga David Goffin, 21º pré-classificado, anotando placar final de 6/2, 7/6 (7-3) e 6/3, após 2h10 de embate. Será a terceira vez que eles se enfrentarão e o tenista de Belgrado levou a melhor nas duas anteriores.

Com a vitória deste sábado, Djokovic amplia a sequência contra canhotos nos Grand Slam. O sérvio bateu os rivais que jogam com a mão esquerda nas últimas 18 vezes que cruzou com eles. Sua última derrota aconteceu na final de Roland Garros de 2014, quando foi superado por Nadal.

Fazendo sua estreia na terceira rodada em Melbourne, o canadense começou mais nervoso e se complicou sozinho no primeiro set. Cometendo muitos erros, Shapovalov perdeu o saque no terceiro game e depois novamente no quinto. Depois disso ele subiu um pouco o nível, devolveu uma das quebras, mas parou por aí e foi mesmo superado no primeiro set.

A segunda parcial foi bem mais equilibrada e a definição só veio na reta final. Diminuindo os erros, Shapovalov deu um pouco mais de trabalho ao número 1 do mundo e só não conseguiu mais porque não achou o tempo das devoluções, vencendo somente três pontos no saque do rival. Mais consistente, ‘Nole’ obteve uma quebra no décimo game e com ela ampliou a vantagem.

O canadense mais uma vez se complicou com os erros e levou um break prematuro no terceiro set, perdendo o saque logo no segundo game. Só que quando tudo indicava uma vitória tranquila do sérvio por 3 a 0, ele resolveu encarar um apagão, perdeu cinco games seguidos e acabou deixando a parcial nas mãos de Shapovalov.

Jogando melhor já no último game do set anterior, Djokovic voltou com tudo para o quarto e mostrou o tênis que lhe faltou na reta final do terceiro. Ele dominou totalemnte o jovem adversário e terminou anotando um 'pneu' para cima do canadnese para sacramentar a vitória.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series