Notícias | Dia a dia | Australian Open
Carreño: 'Nishikori é mais sólido, mas pior que Fognini'
19/01/2019 às 22h52

Espanhol bateu Fognini na terceira rodada, vai pegar Nishikori nas oitavas e buscará sua melhor campanha no AO

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - Atual número 23 do mundo, o espanhol Pablo Carreño garantiu no sábado sua vaga às oitavas de final do Australian Open ao bater o italiano Fabio Fognini por 3 sets a 1. Seu próximo oponente na competição será o japonês Kei Nishikori, oitavo pré-classificado. Ao analisar os oponentes, ele salientou a maior capacidade de Fognini fazer coisas diferentes em quadra.

“Fábio vem de dois bons anos e todos sabemos o tênis que ele é capaz de jogar, tendo vencido rivais do mais alto gabarito. A diferença dele para Kei é que o japonês está ligado o tempo todo na partida, é muito mais consistente”, avaliou o espanhol de 27 anos, que medirá forças com o nipônico pela primeira vez no circuito.

Os elogios ao tênis de Fognini não foram os mesmos ao comentar seu comportamento. “É sempre difícil, pois ele fica falando com o técnico ou com alguém na arquibancada, incluindo alguns comentários desrespeitosos. Foi importante eu ter mantido a concentração o tempo todo”, reclamou o tenista de Gijón, que comentou o duelo com Nishikori.

“Será muito duro, ele tem um bom saque e joga bem na linha de base. Haverá muitos pontos longos do fundo. Sua movimentação é muito boa e ele á muito sólido”, analisou Carreño, que igualou sua campanha do ano passado, a melhor da carreira, e agora tentará dar um passo a mais nas quadras do Melbourne Park.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series