Notícias | Dia a dia | Australian Open
Sharapova diz que ainda pode vencer outro Slam
20/01/2019 às 07h31

Sharapova não vence um Grand Slam desde 2014, em Roland Garros

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - Eliminada nas oitavas de final do Australian Open, Maria Sharapova vive seu período mais escasso em conquistas de Grand Slam. O último dos cinco títulos da russa em torneios deste porte aconteceu na temporada de 2014 em Roland Garros. Ainda assim, a experiente jogadora de 31 anos acredita que ainda possa voltar a conquistar um título importante.

"Acho que seria difícil para mim continuar fazendo todo o trabalho e me esforçando se eu realmente não acreditasse nisso. Acho que eu estaria brincando comigo mesma", disse Sharapova, ex-número 1 do mundo e que aparece atualmente apenas no 30º lugar do ranking mundial.

A respeito da derrota por 4/6, 6/1 e 6/4 para a australiana Ashleigh Barty, número 15 do mundo, a russa reconhece que teve dificuldades para lidar com o jogo cheio de variações de golpes, alturas e velocidades imposto pela anfitriã. Sharapova chegou a perder dez games seguidos na partida.

"Ela tem um estilo diferente e muito difícil de jogar contra. Ela fez uma partida muito boa. Tive minhas chances, mas não as aproveitei. É claro que tive uma queda de rendimento por muitos games seguidos e dei a ela essa confiança. Ela aproveitou a chance e não recuou.

O jogo deste domingo foi o segundo entre Sharapova e Barty no circuito. A russa havia levado a melhor em duelo de três sets no saibro de Roma, no ano passado. "Já havia jogado contra ela, provavelmente em Roma, há seis ou sete meses. É diferente jogar contra ela aqui na Austrália do que é na primeira rodada de Roma. Senti que ela estava muito mais confortável na quadra dura e também teve algumas ótimas semanas antes do torneio. Ela está jogando assim também".

Com dez duplas faltas na partida, Sharapova acredita que o fato de jogar contra o sol foi determinante e que isso a incomodava durante o movimento de saque. "O toss no começo do jogo estava do lado do sol. Isso durou algumas mudanças de lado".

No intervalo entre o segundo e o terceiro set, Sharapova pediu para ir ao vestiário, o que acabou parando o jogo por mais de sete minutos, e foi muito vaiada pelo público assim que voltou à quadra. Perguntada se a reação da torcida afetou seu desempenho, a russa respondeu da seguinte forma. "O que você quer que eu diga a essa pergunta? Acho que é uma pergunta boba para se fazer".

Outro tema polêmico abordado na conversa com os jornalistas foi a suspensão de quinze meses por doping que a russa cumpriu entre janeiro de 2016 e abril do ano seguinte. Por mais de uma década, a russa consumiu legalmente um medicamento que continha a substância proibida meldonium, que foi proibida há três anos. Ao ser questionada se ela havia encontrado outro meio de compensar a falta do medicamento, ela preferiu não responder: "Alguém tem outra pergunta?".

Comentários
Faberg
Roland Garros Series