Notícias | Dia a dia | Australian Open
Pavlyuchenkova vence mais uma top 10 e faz quartas
20/01/2019 às 13h18

Pavlyuchenkova já derrotou Bertens e Stephens neste Australian Open

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - Algoz da número 9 do mundo Kiki Bertens na segunda rodada do Australian Open, Anastasia Pavlyuchenkova eliminou mais uma favorita em Melbourne. A russa de 27 anos e 44ª do ranking foi responsável por derrotar a norte-americana Sloane Stephens, quinta colocada, com parciais de 6/7 (3-7), 6/3 e 6/3 em 2h32 de partida.

Experiente no circuito, Pavlyuchenkova marcou sua trigésima vitória contra top 10. Ela chega às quartas de final de um Grand Slam pela quinta vez na carreira e a segunda na Austrália. A russa agora enfrenta a norte-americana Danielle Collins, 35ª do ranking, em busca de uma inédita semfinal de Grand Slam.

O melhor ranking da carreira de Pavlyuchenkova foi o 13º lugar, alcançado ainda em 2011. A campanha das quartas rende 430 pontos e ela defende apenas 70, por ter chegado à segunda rodada no ano passado. Com isso, a russa fica bem perto de voltar ao grupo das trinta melhores do mundo.

Por sua vez, Stephens comemora a volta às oitavas depois de cinco temporadas. A norte-americana de 25 anos certamente irá ultrapassar Caroline Wozniacki e Angelique Kerber e pode voltar ao terceiro lugar do ranking, posição que já ocupou em julho do ano passado. Para isso, é preciso torcer contra Naomi Osaka, Elina Svitolina e Karolina Pliskova.

A eliminação de Stephens reduz para cinco o número de candidatas ao topo do ranking neste Australian Open. A atual número 1 do mundo Simona Halep é ameaçada por quatro jogadoras, sendo que a japonesa Naomi Osaka e a tcheca Petra Kvitova precisam chegar à final, enquanto a ucraniana Elina Svitolina e a tcheca Karolina Pliskova só alcançam a romena em caso de título.

Pavlyuchenkova foi a jogadora que tomou a inciativa na maior parte do tempo. A russa liderou a contagem de winners por 46 a 28, mas também terminou a partida com alto número de erros não-forçados, 53 contra 22 de Strephens. Destaque também para o bom desempenho da ex-top 15 na rede, ao vencer 27 pontos em 40 subidas. Ao todo, o jogo teve onze quebras (7 a 4 para a russa) e 36 break points.

Em um primeiro set com apenas uma quebra para cada lado, Stephens abriu 3/0 e chegou a liderar por 4/1. Embora a russa tenha buscado o empate no oitavo game, a norte-americana foi firme no saque durante o tiebreak e paciente na construção das jogadas para vencer quatro pontos seguidos no tiebreak.

Stephens também começou à frente no segundo set. A norte-americana fez 2/0, mas depois só conseguiria vencer mais um game. Já nesse momento da partida, praticamente todos os pontos eram definidos nas mãos de Pavlyuchenkova, ora com um winner, ora com um erro não-forçado.

Logo na abertura do terceiro set, Stephens já teve que salvar oito break points e sobreviveu a um game de serviço com quase 20 minutos. No entanto, Pavlyuchenkova pareceu encontrar o tempo correto para as devoluções e passou a agredir ainda mais o saque da adversária. O saldo disso foram outras quatro quebras a favor da russa na parcial decisiva.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series