Notícias | Dia a dia | Australian Open
Pliskova derruba Muguruza e sonha com liderança
21/01/2019 às 04h45

Pliskova também persegue seu primeiro titulo de Slam

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - Uma das cinco concorrentes ao posto de número 1 do mundo ainda vivas neste Australian Open, a tcheca Karolina Pliskova se manteve na disputa ao derrubar, nesta segunda-feira, a espanhola Garbiñe Muguruza por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/1, garantindo um lugar nas quartas de final do torneio.

Nas quartas de final, a atual número 8 do mundo poderá ter pela frente uma das candidatas à liderança, justamente aquela que ocupa o topo do ranking atualmente, a romena Simona Halep, que para encarar Pliskova tem antes que superar um duelo complicadíssimo com a norte-americana Serena Williams, abrindo a rodada noturna da Rod Laver Arena.

Entre as que ainda sonham em sair de Melbourne no posto mais alto da WTA, Pliskova é a que precisa remar mais, já que todas as outras estão melhor colocadas que ela. Completam a lista das concorrentes a japonesa Naomi Osaka, a tcheca Petra Kvitova e a ucraniana Elina Svitolina.

Pliskova não teve moleza no começo da partida com Muguruza e inclusive saiu atrás no set inicial, levando a primeira quebra do jogo. Só que depois de abrir 2/1 e saque, a espanhola empacou no placar, perdeu o serviço duas vezes e venceu apenas mais um game na parcial, sendo superada por 6/3 pela rival tcheca.

A espanhola continuou sem conseguir se encontrar no segundo set e novamente ofereceu menos resistência do que o esperado. Uma quebra logo no primeiro set deixou Pliskova cada vez mais perto da vitória. A vaga nas quartas se confirmou com ela superando o serviço de Muguruza ainda mais duas vezes antes de fechar.

Gastando apenas 1h para derrubar a atual 18 do mundo, Pliskova mostrou grande precisão, cometendo apenas três erros não forçados e anotando 23 bolas vencedoras. Além disso, ela venceu 57% dos pontos nas devoluções e 81% com os saques. Do outro lado, Muguruza jogou 20 bolas fora em erros não forçados, que não compensaram os 15 winners.

Comentários