Notícias | Dia a dia | Australian Open
Serena prevalece sobre Halep e elimina a número 1
21/01/2019 às 08h09

Serena marcou sua 17ª vitória contra uma líder do ranking

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - O encontro enrtre a líder do ranking mundial e a jogadora com maior número de títulos de Grand Slam no tênis profissional cumpriu todas as expectativas do público. Simona Halep e Serena Williams entregaram um tênis de altíssimo nível e puderam exibir seus principais recursos técnicos em quadra, em duelo de três sets e 1h47. Pela nona vez nos dez encontros entre elas, Serena levou a melhor e marcou as parciais de 6/1, 4/6 e 6/4 para aumentar sua vantagem no retrospecto e garantir vaga nas quartas de final do Australian Open.

Desde que voltou às quadras em março do ano passado, depois de se tornar mãe em setembro de 2017, Serena conseguiu apenas sua segunda vitória em cinco jogos contra top 10. A norte-americana terá nas quartas um duelo de ex-líderes do ranking contra a oitava colocada Karolina Pliskova, contra quem tem 2 a 1 no histórico. Passando pela tcheca, pode enfrentar Elina Svitolina ou Naomi Osaka no caminho para a final. Dona de 23 troféu de Grand Slam, a veterana de 37 anos precisa de mais um título para igualar as 24 conquistas de Margaret Court, recordista de títulos em todos os tempos.

Serena também fica mais perto de igualar o recorde de vitórias contra líderes do ranking. A vitória desta segunda-feira foi sua 17ª contra uma número 1 do mundo. Apenas Martina Navratilova, com 18 vitórias diante de adversárias que ocupavam o topo do ranking, supera a marca da norte-americana. As maiores vítimas foram Martina Hingis (5 vezes) e Victoria Azarenka (4), além de Jennifer Capriati (2), Justine Henin (2), Venus Williams, Lindsay Davenport e Caroline Wozniacki antes da partida contra Halep.

Vencedora de sete edições do Australian Open, Serena perdeu um set no torneio pela primeira vez nesta segunda-feira. Ela chegou a Melbourne como número 16 do mundo, mas não defende pontos já que não atuou no ano passado. A vaga nas quartas de final rende 430 pontos no ranking à veterana de 36 anos, que fica muito perto de voltar ao grupo das dez melhores jogadoras do mundo, mesmo disputando apenas seu oitavo torneio após o nascimento da filha, Alexis Olympia.

Apesar da eliminação, Halep ainda pode sustentar a liderança do ranking. Vice-campeã no ano passado, a romena defendeu apenas 240 dos 1.300 pontos que tinha a descontar em Melbourne. Agora, ela precisa torcer para que Naomi Osaka e Petra Kvitova percam antes das semifinais e que a final do torneio não tenha Elina Svitolina e nem Karolina Pliskova.

Exceção feita ao game de abertura, quando foi quebrada com dois erros e uma dupla-falta, Serena fez um excelente primeiro set. A heptacampeã colocou pressão sobre todos os games de serviço da romena, devolvendo sempre de dentro da quadra e só permitiu que Halep vencesse apenas seis pontos jogados com seu próprio saque. Foram três quebras para a norte-americana, que fez 10 a 3 em winners e definiu a parcial em apenas 20 minutos.

Ainda em ritmo arrasador, Serena começou o segundo set com uma quebra de serviço, mas viu Halep buscar o empate de imediato. Depois disso, a atual número 1 do mundo não enfrentaria mais break points até o fim do set e passou a esperar por suas oportunidades, que de fato aconteceram já na reta final da parcial. Vencendo por 5/4, Halep só precisou fazer um winner para conseguir sua segunda quebra na partida e empatar o jogo, em game com três erros de Serena. Firme do fundo do fundo de quadra, Halep cometeu apenas dois erros não-forçados contra dez da norte-americana, que liderava nos winners por 17 a 12.

O terceiro set foi disputado em altíssimo nível, com as duas jogadoras mostrando o que têm de melhor. Serena apostava demais na potência de seu saque e dos golpes de fundo para sair das situações desconfortáveis impostas por Halep, que buscava mover a norte-americana do fundo de quadra. O sexto game da parcial foi determinante, já que a romena teve três break points, mas não aproveitou as chances por conta de ótimos saques de Serena. A ex-líder do ranking ganhou confiança e quebrou no game seguinte para não ter mais o saque ameaçado. Serena terminou o jogo com 44 winners, contra 22 de Halep. Nos erros não-forçados, foram 31 da norte-americana contra 12 da romena.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series