Notícias | Dia a dia | Australian Open
Quatro jogadoras podem tomar a liderança de Halep
21/01/2019 às 14h47

Kvitova pode ultrapassar Halep no ranking já nesta terça-feira

Foto: Arquivo

Melbourne (Austrália) - Com a eliminação de Simona Halep nas oitavas de final ao Australian Open, o quadro de possibilidades na disputa pela liderança do ranking mundial ficou mais claro nesta segunda-feira. O torneio começou com onze candidatas ao posto de número 1 do mundo e chega às quartas de final com a romena torcendo contra quatro concorrentes.

Vice-campeã no ano passado, Halep defende apenas 240 dos 1.300 pontos que tinha a descontar em Melbourne e ficará com 5.582 pontos. Ela ainda pode sustentar a liderança do ranking, mas precisa que Naomi Osaka e Petra Kvitova percam antes das semifinais e que a final do torneio não tenha Elina Svitolina e nem Karolina Pliskova.

Kvitova já entra em quadra nesta terça-feira às 6h (de Brasília) para enfrentar a australiana Ashleigh Barty pelas quartas de final. Em caso de vitória, a tcheca de 28 anos já irá ultrapassar Halep do ranking, mas ainda não comemora a chegada ao número 1, já que ainda dependerá de resultados do outro lado da chave.

Se a canhota chegar à final contra qualquer uma das três concorrentes, haverá confronto direto pelo título e pelo número 1, como já aconteceu no ano passado, quando Caroline Wozniacki derrotou Halep na decisão em Melbourne e reassumiu a liderança do ranking mundial.

A disputa deverá ficar ainda mais acirrada na próxima quarta-feira, quando Osaka e Svitolina vão se enfrentar pelas quartas. A japonesa é outra que já pode ultrapassar a romena com apenas mais uma vitória. Svitolina segue na disputa pelo número 1, mas precisa pelo menos chegar à final.

Entre todas as concorrentes, Karolina Pliskova é a única que já liderou o ranking, permanecendo no topo por apenas oito semanas em 2017. Adversária de Serena Williams pela antepenúltima rodada, a tcheca de 26 anos é outra que tem que chegar à final em Melbourne para ter chances de voltar ao número 1.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series