Notícias | Copa Davis
Austrália varre a Bósnia e promove estreia de jovem
02/02/2019 às 09h08

Peers e Thompson garantiram a vitória na dupla

Foto: SMP Images

Adelaide (Austrália) - O sábado foi de festa para o time australiano na Copa Davis, começando pela vitória da dupla formada por John Peers e Jordan Thompson, que derrubaram os bósnios Tomislav Brkic e Mirza Basic em sets diretos, com parciais de 7/5 e 6/1, garantindo assim a participação do time no Grupo Mundial da Copa Davis, que acontecerá no fim do ano em Madri.

Para completar o dia, o capitão Llyton Hewitt aproveitou a definição do confronto com a Bósnia para promover a estreia do jovem Alexei Popyrin, que se tornou o 110º jogador do país a disputar uma partida de Copa Davis. O tenista de 19 anos fez a sua parte e derrubou Nerman Fatic por 2 sets a 0, com o placar final de 6/1 e 7/6 (7-2).

“Os garotos fizeram de tudo e isso é muito gratificante para mim, pois independente do formato que seja nós vamos lá e damos 100%, deixamos tudo em quadra. Haverá dias que a vitória não vira, mas o importante é ter orgulho do esforço que eles fazem”, comentou o capitão australiano, um confesso crítico das mudanças promovidas na Davis neste ano.

Enquanto a Austrália irá agora se juntar a Croácia, França, Espanha, Estados Unidos e aos convidados Grã-Bretanha e Argentina na fase final da competição, em novembro, a Bósnia terá que disputar o zonal Europa/África em setembro para assim buscar a chance de disputar o playoff novamente na próxima temporada.

Itália perde a dupla, mas despacha a Índia

Depois de confirmar o amplo favoritismo no primeiro dia em simples, contando com quatro top 100, sendo três deles top 50, contra nenhum top 100 dos rivais, os italianos viram a lógica também acontecer na partida de abertura do sábado, na qual os indianos Rohan Bopanna e e Divij Sharan bateram Simone Bolelli e Marco Cecchinato com parciais de 4/6, 6/3 e 6/4.

Contudo, a classificação para o Grupo Mundial veio em seguida, no duelo dos número 1 de cada país, com uma tranquila vitória do italiano Andreas Seppi (37º) sobre o indiano Prajnesh Gunneswaran (102º), gastando apenas 62 minutos para derrubar o atleta da casa com parciais de 6/1 e 6/4.

Comentários