Notícias | Copa Davis
Melo e Soares perdem e complicam o Brasil na Davis
02/02/2019 às 15h30

Melo e Soares não fizeram valer o favoritismo

Foto: Luiz Candido/CBT

Uberlândia (MG) - O favoritismo da dupla brasileira não entrou em quadra neste sábado e a derrota acabou vindo para os mineiros Bruno Soares e Marcelo Melo, que foram superados em sets diretos pelos belgas Sander Gille e Joran Vliegen com o placar final de 6/4 e 7/6 (7-4), depois de 1h23 de partida.

Afastado das quadras desde o fim da temporada passada, Melo sentiu o peso da falta de ritmo e não conseguiu jogar no melhor nível. Depois da derrota no primeiro set, os mineiros fizeram um ajuste na hora da devolução para tentar mudar o panorama, mas nem isso foi suficiente para ajudá-los a buscar uma virada.

Com a derrota nas duplas, o Brasil fica em situação bastante complicada e agora não pode mais perder um jogo sequer. Caberá primeiro ao cearense Thiago Monteiro dar sobrevida ao time da casa no duelo com Kimmer Coppejans, levando a definição para a quinta partida, em que o paulista Rogério Silva medirá forças com Arthur de Greef.

O primeiro set viu Melo pagar o preço da falta de competição e, num instante em que errou smash e voleio, cedeu o serviço logo no terceiro game. Isso deu confiança aos belgas, que exploraram incansavelmente o saque sobre o corpo e viram os mineiros achar enorme dificuldade na devolução. Assim, sem sustos, mantiveram a vantagem até liquidar a série.

Mais firmes no serviço, os mineiros conseguiram maior equilíbrio ao longo de todo o segundo set, mas raramente incomodaram o serviço dos belgas, mesmo tendo optado por ficarem muitas vezes atrás da linha. Na verdade, foram os adversários quem estiveram perto da quebra, ao chegar num break-point no 11º game, em que a fita evitou uma passada de Gille.

A definição foi para o tiebreak e o Brasil saiu logo perdendo o serviço, em falha de Soares no fundo. Apesar da pressão da torcida, os belgas não davam sinais de nervosismo até que Gille errou voleio fácil com 4-2. Melo buscou o empate com dois voleios e uma devolução no pé induziu Soares a mandar um voleio longe. Bastaram então dois saques pesados de Gille para concluir a incrível surpresa.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series