Notícias | Copa Davis
Melo: 'Não representaria o Brasil despreparado'
03/02/2019 às 16h45

Melo admitiu não ter feito uma grande partida

Foto: Luiz Candido/CBT

Uberlândia (MG) - Após não fazer uma boa partida na derrota da dupla brasileira, favorita contra os belgas Sander Gille e Joran Vliegen, o mineiro Marcelo Melo foi duramente criticado por sua apresentação ao lado do conterrâneo Bruno Soares. Questionou-se inclusive se ele estaria em forma após perder o começo da temporada devido a uma lesão nas costas.

Através das redes sociais, Melo rebateu os críticos, lamentou não ter conseguido atuar bem, mas garantiu que estava em condição de jogo e não forçou a barra para entrar em quadra sem estar plenamente recuperado. “Triste e muito chateado é o que me resume hoje, vocês devem imaginar o que duro uma derrota como essa na frente de tantos torcedores apoiando com o coração a equipe”, começou o mineiro.

“Infelizmente não conseguimos a vitória que esperávamos. defendi o Brasil em 22 ocasiões, do qual fui até homenageado pela ITF, sempre me dediquei ao máximo e sempre tive a Copa Davis uma competição especial por defender em equipe o Brasil. Hoje posso não ter jogado meu melhor, mas fiz o que pude como sempre”, acrescentou o ex-número 1 do mundo nas duplas.

“Jogar bem, ganhar ou perder nós não temos controle, porém de ser responsável sim. Eu jamais colocaria o time em risco se eu acreditasse que não estava preparado, eu seria o primeiro a não aceitar a convocação. Aceito críticas sem problemas, eu acredito que elas são necessárias para crescer e evoluir, mas fico chateado de acharem que eu iria representar o Brasil despreparado”, finalizou Melo.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series