Notícias | Dia a dia
Austrália vence nos EUA e volta à semi após 5 anos
10/02/2019 às 22h06

Barty tem ótimo retrospecto na Fed Cup e venceu em simples e duplas nos EUA

Foto: Susan Mullane/ITF

Asheville (EUA) - Depois de uma vitória para cada lado na rodada de sábado, o equilíbrio no confronto entre Estados Unidos e Austrália pelo Grupo Mundial da Fed Cup persistiu também deste domingo. A série só foi definida no quinto e último jogo, com vitória das australianas Ashleigh Barty e Priscilla Hon sobre as norte-americanas Danielle Collins e Nicole Melichar por 6/4 e 7/5.

Com o resultado, a Austrália fecha o confronto por 3 a 2 e volta à semifinal da Fed Cup depois de cinco anos. As australianas venceram sete vezes a competição, mas o último troféu veio no distante ano de 1974. Na semifinal, elas jogam em casa contra Belarus nos dias 20 e 21 de abril.

Já os Estados Unidos, país com maior número de títulos na Fed Cup, com 18 no total, disputarão o playoff valendo a permanência no Grupo Mundial. As norte-americanas vinham de duas ótimas campanhas, já que foram campeãs em 2017 e finalistas na temporada passada.

Principais nomes do confronto disputado em quadra dura e coberta na cidade de Asheville, na Carolina do Norte, Madison Keys e Ashleigh Barty abriram a programação. Número 13 do mundo, a australiana Barty venceu a 17ª colocada Keys por 6/4 e 6/1 para colocar seu país em vantagem.

Com apenas 22 anos, Barty tem ótimo retrospecto em Fed Cup. Ela venceu o oito dos nove jogos de simples que fez pela competição. Sexta colocada no ranking mundial de duplas, Barty também acumula seis vitórias e apenas uma derrota pela modalidade.

O quarto jogo da série envolveu duas jogadoras que não estiveram em quadra no sábado. Semifinalista do Australian Open e 23ª do ranking, Danielle Collins fez seu primeiro jogo de Fed Cup na carreira aos 25 anos e superou a 47ª colocada Daria Gavrilova com parciais de 6/1, 3/6 e 6/2.

Jogadora versátil na equipe, Barty se juntou à jovem de 20 anos e estrante na Fed Cup Priscilla Hon para o duelo diante das norte-americanas, que escalaram Collins e a especialista na modalidade Nicole Melichar. As australianas conseguiram a única quebra do set inicial e estiveram duas vezes com quebra de vantagem na parcial seguinte, mas cederam a igualdade no oitavo game. Porém, a partir do empate por 5/5, as australianas dominaram e venceram 12 pontos em 14 possíveis para que a vitória fosse confirmada.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis