Notícias | Dia a dia
'Eu perdi para mim mesmo', afirma Tsitsipas
14/02/2019 às 12h42

Roterdã (Holanda) - Eliminado logo em sua estreia no ATP 500 de Roterdã, o grego Stefanos Tsitsipas não foi nada sutil ao explicar sua derrota para o bósnio Damir Dzumhur. O cabeça de chave número 3 do torneio holandês disse que perdeu mais por incompetência sua do que por competência de seu rival.

“Ele sempre joga assim, fica oito metros atrás da linha de base esperando pelos erros dos rivais. Eu não perdi para ele, perdi para mim mesmo. Ele não fez nada em quadra, apenas jogou para colocar a bola do outro lado. É um tênis muito simples, sem nada de especial”, afirmou o grego de apenas 20 anos.

“Ao mesmo tempo que parece que você pode superá-lo a qualquer momento, ele faz umas coisas que você não espera”, complementou o atual número 12 do mundo, que também falou brevemente sobre sua maior vitória da carreira até então, superando o suíço Roger Federer nas oitavas de final do Australian Open.

Tsitsipas ainda celebra o bom resultado, mas sabe que precisa fazer muito mais no futuro. “Foi bom vencer um dos meus ídolos, mas eu quero mais. A jornada continua”, observou o grego, que foi até as semifinais em Melbourne, quando acabou parando diante do espanhol Rafael Nadal.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis