Notícias | Dia a dia
Halep destaca espírito de luta: 'Não poderia desistir'
15/02/2019 às 19h21

Halep perdia o último set por 4/1, mas reagiu vencendo cinco games seguidos

Foto: Jimmie48/WTA

Doha (Qatar) - Finalista do WTA Premier de Doha, Simona Halep destacou o espírito de luta que teve na semifinal desta sexta-feira. A romena perdia o último set da partida contra Elina Svitolina por 4/1, mas reagiu vencendo os últimos cinco games da partida. Além disso, a ex-número 1 vinha de três derrotas seguidas para a rival ucraniana.

"Estou feliz porque não desisti. Nas duas finais que joguei contra ela em Roma, eu não estava preparada para lutar e desisti", disse Halep após a vitória por 6/3, 3/6 e 6/4 contra Svitolina nesta sexta-feira. "Agora eu mudei isso, o que me anima muito, porque me mostrei que sou capaz de vencer".

"Ela jogou um tênis incrível. Ela se move muito bem, bate forte na bola e não errou muito. Acho que o jogo de hoje teve um nível muito alto de tênis e estou muito orgulhosa de poder vencer uma partida contra ela", acrescentou a número 3 do mundo, que não vencia a ucraniana desde um duelo nas quartas de final de Roland Garros no ano passado.

"Não tive medo de bater a bola e tentei arriscar um pouco", explicou a romena, que terminou o jogo com 24 winners e 37 erros não-forçados, enquanto Svitolina marcou 30 bolas vencedoras e cometeu 35 erros. "Sem físico, você não pode virar um jogo, mas a parte mental é talvez a coisa mais importante. Acredito também que hoje eu estava mais forte fisicamente, porque nunca é fácil ganhar da Svitolina. Ela tem muita força nas pernas".

Vencedora de 18 torneios na elite do circuito, Halep disputará sua 34ª final na carreira. A romena de 27 anos enfrenta na final, marcada para às 13h (de Brasília) deste sábado será a belga Elise Mertens, 21ª do ranking, que venceu a sexta colocada alemã Angelique Kerber por 6/4, 2/6 e 6/1. O histórico de confrontos é favorável à ex-líder do ranking, que levou a melhor nos dois duelos anteriores que fez contra a jovem rival de 23 anos. Halep também tenta voltar a ser campeã em Doha depois de cinco anos. 

Escolhida como a jogadora favorita dos fãs nas duas últimas temporadas, Halep também destacou o apoio que recebeu da torcida nesta sexta-feira. "É uma coisa muito importante, porque eu recebo a energia deles", afirmou a jogadora de 27 anos. "É como se eles não me deixassem desistir. Eles me mantêm focada e me mandam esse desejo de me ver vencer as partidas. Então eu entendo isso como uma coisa positiva, e isso me dá mais força para lutar".

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis