Notícias | Dia a dia
Wawrinka dispara e volta ao top 50 após oito meses
18/02/2019 às 08h00

Wawrinka já foi o número 3 do mundo

Foto: Divulgação

Miami (EUA) - Vice-campeão do ATP 500 de Roterdã no último domingo, o suíço Stan Wawrinka aproveitou bem a campanha para disparar no ranking e recuperar muitas posições. Nesta segunda-feira, ele voltou ao top 50 após subir 27 lugares e assumir o 41º posto, o melhor em oito meses e meio.

Quem também se deu bem foi o francês Gael Monfils, o algoz de Wawrinka na final, que teve uma ascensão mais comedida, mas também galgou boas colocações. Ele melhorou 10 lugares na lista da ATP, pulou para a 23ª posição e agora já é o segundo melhor francês, atrás apenas de Lucas Pouille, que está um lugar à frente.

A grande disparada foi do norte-americano Reilly Opelka, que aos 21 anos faturou seu primeiro título da carreira, no ATP 250 de Nova York, e com isso ganhou 33 lugares, assumindo a 56ª colocação no ranking, a melhor da carreira até então.

Assim como Monfils e Wawrinka, outro jogador acima dos 30 que recuperou terreno após uma boa semana foi o uruguaio Pablo Cuevas. Suas duas vitórias no ATP 250 de Buenos Aires o fizeram dar o terceiro maior salto da semana entre os top 10, indo da 78ª para a 63ª posição, porém ainda distante da melhor marca, tendo ocupado o 19º lugar em 2016.

Entre os jovens, destaque para Ugo Humbert e Jaume Munar, que conseguiram boas colocações. O francês de 20 anos venceu um challenger em casa, ganhou 13 lugares e agora é o 75º do mundo. Por sua vez o espanhol foi às quartas em Buenos Aires e com isso saiu da 77ª para a 66ª colocação, a mais alta que já atingiu.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis