Notícias | Dia a dia
Federer cai e tem pior ranking em quase dois anos
18/02/2019 às 08h21

Miami (EUA) - O momento do suíço Roger Federer não é dos melhores em relação ao ranking. Campeão do ATP 500 de Roterdã no ano passado, voltando à liderança do ranking com a conquista, ele não defendeu o título em 2019 e por isso acabou amargando uma pequena queda de uma colocação, o suficiente para lhe levar à pior marca em quase dois anos.

Ultrapassado pelo japonês Kei Nishikori, que assumiu a sexta colocação, o tenista da Basileia não figurava na sétima posição ou pior desde a primeira semana de março de 2017, quando era o número 10 do mundo. Na temporada passada, por exemplo, ele oscilou apenas entre os números 1 e 3.

Contudo, a situação não é para desespero dos fãs do suíço, que na próxima semana estará em ação no ATP 500 de Dubai, onde lutará para recuperar terreno. Atualmente, ele está apenas 90 pontos atrás de Nishikori e 495 atrás do sul-africano Kevin Anderson, o atual quinto colocado na ATP, podendo retornar ao top 5 em caso de título.

Federer também tem um histórico recente de recuperação, sendo que chegou a cair para a 17ª posição no começo de 2017 e foi com este ranking que ele conquistou o título do Australian Open daquele ano, que foi seu 18º Grand Slam da carreira.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis