Notícias | Dia a dia
Djoko tem 77% de chance de manter nº 1, diz site
19/02/2019 às 10h55

Djokovic é tido como favorito para manter o número 1 até o final da temporada

Foto: Reprodução
Especial para TenisBrasil

O sérvio Novak Djokovic registrou seu nome com letras douradas no mundo do tênis e, em 2019 parece ser imparável. No entanto, Rafael Nadal e Alexander Zverev o seguem de perto, e tentam arrebatar o título do número 1 mundial em 2019.

O líder do ranking começou o ano derrotando  espetacularmente seu principal concorrente, e mostrou aos outros tenistas o nível de jogo que espera manter durante este ano. Não deu a Rafael Nadal uma única chance de liderar a partida na final do Australian Open, e dessa forma se tornou o primeiro tenista da história a obter sete troféus nesse Grand Slam. Seu ex-treinador Boris Becker revelou ao Independent que ficou surpreso com o retorno de seu ex-pupilo à ponta.

Embora seja verdade que Nadal é considerado o Rei do Saibro, devido a seu grande histórico de vitórias nessa superfície, Djokovic deu a ele uma lição de como jogar no concreto dentro da quadra de Melbourne. Por ser uma das maiores rivalidades da história do tênis, a competição entre Djokovic e Nadal em qualquer tipo de quadra são sempre um espetáculo que atrai a atenção de milhões de espectadores ao redor do mundo.

Um exemplo disso é que o site de apostas esportivas Betfair já está analisando as chances de quem será o número 1 do mundo no final deste ano, e em 18 de fevereiro, Djokovic excede em muito Nadal, com 76,9% e 47,6%, respectivamente. Atrás destes dois grandes veteranos do esporte, Alexander Zverev aproxima-se com 12,5%, como a jovem promessa do tênis alemão.

O futuro do tênis
Com apenas 21 anos, Zverev já conseguiu chamar a atenção da imprensa mundial graças a sua habilidade com a raquete, que lhe rendeu quatro títulos em 2018. Certamente sua vitória mais importante até agora foi a primeira conquista da ATP Finals, em Londres, em novembro passado, onde bateu com autoridade nada menos que o próprio Djokovic e recebeu largos elogios do líder do ranking.

Antes de se impor ao tenista sérvio, Zverev já havia conquistado vitórias em Munique, Washington e Madri, e neste 2019 buscará melhorar sua própria marca e competir contra Djokovic e Nadal nos maiores torneios do mundo. Apesar de ser um jogador jovem que pode não ter muita experiência dentro da ATP, Zverev está no momento em terceiro lugar no ranking mundial com 6475 pontos, visando atingir Djokovic e Nadal, que têm 10.955 e 8.320 pontos, respectivamente.

Este 2019 será um ano cheio de grandes emoções dentro do maior circuito de tênis do mundo, e tanto a juventude de Zverev quanto a experiência de Nadal serão peças fundamentais para deter Djoko, que a princípio parece imparável dentro do ATP.

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by Alexander Zverev (@alexzverev123) on

 

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis