Notícias | Dia a dia
Halep demite treinador após 1 semana, mas vence
19/02/2019 às 10h37

Halep decidiu ficar sozinha outra vez

Foto: Divulgação

Dubai (Emirados Árabes) - Faltou empatia e, apenas uma semana depois de iniciar o trabalho com o belga Thierry Van Cleemput, a romena Simona Halep decidiu dispensar o treinador, mesmo tendo sido finalista em Doha.

“Não queria um novo técnico no começo do ano (após a saída de Darren Cahill), mas mudei de ideia e contratei Thierry. Só que percebi agora que preciso de tempo e liberdade para pôr em prática o que aprendi com Cahill”, explicou a romena ao site da WTA.

“Tive uma sensação estranha ao ficar sem treinador, fiquei em pânico ao perder alguns jogos e tomei a precipitada decisão de contratar um novo técnico".

“Estou num momento da minha vida em que as prioridades mudam. Tenho capacidade para resolver meus próprios problemas, tanto dentro como fora de quadra”. Novamente vice-líder do ranking, ela manteve a equipa técnica. "Olho para cada torneio sem qualquer tipo de pressão”.

Isso tudo não a impediu de avançar às oitavas de final do Premier de Dubai nesta terça-feira. Apesar do primeiro set difícil, superou a canadense Eugénie Bouchard por 7/6 (7-4) e 6/3. Sua adversária será a ucraniana Lesia Tsurenko, que sofreu contra e a qualificada chinesa Lin Zhu e marcou 6/4, 6/7 (5-7) e 6/3.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis