Notícias | Dia a dia
Delpo recorda lesão: 'Pensei em coisas horríveis'
19/02/2019 às 15h18

Del Potro estreia nesta terça-feira pelo ATP de Delray Beach

Foto: Divulgação

Delray Beach (EUA) - Recuperado de grave lesão no joelho direito, que o tirou do circuito durante os últimos quatro meses, Juan Martin del Potro volta a disputar um torneio nesta terça-feira. O argentino estreia no ATP 250 de Delray Beach às 22h (de Brasília) diante do japonês Yoshihito Nishioka, 73º do ranking. O experiente jogador de 30 anos recorda os momentos difíceis que passou durante o longo período de afastamento.

"[Eu pensava em] coisas horríveis. Pensava que a minha vida tinha acabado. Sofri uma fratura no joelho que eu nunca esperava ter", disse Del Potro, em entrevista ao site da ATP. "Depois de alguns dias ruins, comecei a acreditar novamente nos meus médicos, que diziam que eu voltaria a jogar tênis em breve, e eu acho que estou em um bom caminho de novo para ser competitivo".

"Depois de quatro meses, volto a jogar um torneio, o que é bom tempo de recuperação. Sei como é difícil estar pronto para jogar nos grandes eventos e manter as primeiras posições no ranking, porque já passei por isso antes. Esta é a minha vida e eu sei lidar com esses problemas", comenta o argentino, que volta ao circuito ocupando o quarto lugar no ranking mundial".

Com experiências de três cirurgias no punho esquerdo e mais uma no direito, Del Potro teve muitas idas e vindas em sua carreira. Há três anos, também em Delray Beach, o argentino também marcava um retorno ao circuito em Delray Beach, mas ocupava apenas o 1.045º lugar do ranking mundial.

"Sei que leva tempo e que você tem que ter confiança suficiente para se movimentar 100%, para sentir o corpo em boa forma. Só então que a parte de tênis vem", explica o jogador de 30 anos. "Primeiro de tudo eu tenho que estar saudável, e depois vou começar a pensar no tênis. Mas Delray Beach é um bom momento para ver como meu joelho funciona durante uma partida e depois decidiremos qual será o próximo torneio".

Depois de passar por tantos momentos difíceis em sua trajetória no circuito, Del Potro faz questão de enaltecer o apoio que recebe das pessoas mais próximas. "Adoro fazer isso e tenho sorte de ter bons amigos e familiares que apoiam o que quero fazer. Isso é o suficiente para continuar tentando, continuar trabalhando duro para ser um jogador melhor no futuro".

"Tive momentos difíceis durante a minha carreira, mas não esperava alcançar meu maior ranking na carreira, como eu fiz no ano passado aos 29 anos de idade", comenta o argentino, que chegou ao terceiro lugar do ranking em agosto. "Para este ano eu gostaria de ser saudável durante toda a temporada e depois continuar me surpreendendo".

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis