Notícias | Dia a dia
Rybakina sente desgaste e lamenta chances perdidas
01/04/2023 às 20h14

Rybakina chegou a ter cinco set-points na primeira parcial contra Kvitova neste sábado

Foto: Jimmie48/WTA

Miami (EUA) - Depois de ficar com o vice-campeonato no WTA 1000 de Miami, Elena Rybakina lamentou as oportunidades perdidas na final deste sábado. A cazaque chegou a ter cinco set-points no primeiro set contra a tcheca Petra Kvitova, mas permitiu a reação da rival. Vinda de título em Indian Wells há duas semanas, Rybakina perdeu uma invencibilidade de 13 jogos e tinha a chance de se tornar a quinta mulher a completar o 'Sunshine Double' neste mês de março. Ela também acredita que o desgaste acumulado a levou a tomar decisões ruins em quadra.

"Foi um primeiro set muito difícil. Tive algumas chances, e acho que isso fez uma grande diferença no início do segundo", disse Rybakina, após a derrota por 7/6 (16-14) e 6/2 para Kvitova neste sábado em Miami. Apesar de a cazaque ter feito 12 aces na partida, ela enfrentou 8 break-points e cedeu três quebras, vencendo apenas um game no serviço da tcheca. Já Kvitova liderou a estatística de winners por 29 a 22 e cometeu 14 erros contra 24 da rival.

"Claro que eu estava me sentindo cansada, na verdade desde Indian Wells, eu diria. Mas dei tudo o que tinha. Talvez se o primeiro set tivesse ido para o meu lado, o segundo teria diferente", ponderou a jogadora de 23 anos. "Fisicamente, eu estava um pouco cansada e não tive disciplina nos momentos importantes. Eu também estava tomando algumas decisões ruins na quadra. Mas acho que no geral, a Petra jogou bem. Não estou tão feliz com o segundo set, é claro, mas meu mês aqui nos Estados Unidos foi positivo".

No início da partida, Rybakina vinha colocando poucos primeiros serviços em quadra. Ela escapou de um 15-40 logo no game de abertura. E ainda assim, o primeiro set teve só duas quebras, uma para cada lado, antes do tiebreak. "Foi um começo de jogo um pouco lento. Levei tempo para me acostumar com a bola da Petra".

"Ela joga muito baixo, e também é difícil para ler o saque, porque ela é canhota. Então já é meio que uma vantagem. Ela jogou muito bem hoje. Acho que no segundo set, ela também estava mais solta em quadra e pôde arriscar um pouco mais. Enquanto eu simplesmente não me mantive disciplinada e estava um pouco apressada".

Preparação para a temporada de saibro

A atual campeã de Wimbledon e vice do Australian Open agora se prepara para a temporada de saibro. Ela já chegou às quartas de Roland Garros há duas temporadas e tem um título no piso, conquistado em Bucareste ainda em 2019.

"Já tive bons resultados no saibro e acho que posso jogar bem. Então a questão agora é de estar saudável e motivada, o que também é importante. Porque quando você joga tantos torneios, não é fácil viajar o tempo todo. É por isso também que a minha irmã está aqui. Ela está me ajudando um pouco a não pensar só no tênis o tempo todo (sorrindo). Vou tentar fazer essa boa preparação".

Comentários
Lacoste
Arena BTG