Notícias | Dia a dia
Aliassime volta a brilhar no Rio Open e faz semi
22/02/2019 às 21h39

Aos 18 anos, o jovem canadense disputará sua primeira semi de ATP

Foto: Fotojump

Rio de Janeiro (RJ) - Pela primeira vez em sua carreira profissional Felix Auger-Aliassime disputará uma semifinal na elite do circuito. O feito foi alcançado no saibro do Rio Open. Convidado para a disputa do Rio Open, torneio ATP 500 disputado no saibro do Jockey Club Brasileiro, o canadense de 18 anos marcou sua terceira vitória seguida ao vencer um duelo da nova geração contra o espanhol de 21 anos e 66º colocado Jaume Munar por 6/4 e 6/3 em 1h38 de partida.

Apontado como uma das grandes promessas do tênis mundial desde que venceu um jogo de challenger com apenas 14 anos em 2015 e se tornou o mais jovem jogador a atingir tal feito, Aliassime irá debutar no top 100 após o Rio Open. Ele entrou no torneio como 108º do ranking e já venceu Fabio Fognini e Christian Garin antes do jogo contra Munar. Com isso, faz 180 pontos no ranking e entra no grupo dos 80 melhores do mundo.

Em busca de sua primeira final de ATP, Aliassime enfrentará o vencedor do duelo entre dois nomes experientes, o uruguaio Pablo Cuevas e o espanhol Albert Ramos. A vaga na final vale 300 pontos no ranking e pode aproximá-lo do top 50. Em caso de título, o promissor atleta canadense daria um salto que o colocaria perto da 40ª posição no ranking mundial.

Esta foi a primeira vez que Aliassime derrotou Munar no circuito, após duas derrotas em duelos anteriores. O jovem espanhol está com o melhor ranking da carreira depois de ter chegado às quartas de final também em Córdoba e Buenos Aires nas últimas semanas e certamente irá superar seu recorde pessoal com os 90 pontos conquistados no Rio de Janeiro.

Desde os primeiros games, Aliassime conseguia impor um tênis mais agressivo e tinha o domínio da maioria dos pontos, enquanto Munar apostava na solidez do fundo de quadra para se defender dos ataques do adversário. O placar de winners do primeiro set marcou 16 a 2 para Aliassime, sendo que ao fim do jogo o canadense tinha 32 bolas vencedoras contra 7 do espanhol. Por conta da diferença de estilos, o jovem de 18 anos também cometeu mais erros, 34 contra 18.

Aliassime conseguiu duas quebras seguidas logo no começo da partida para liderar o set inicial por 4/1. O canadense ficou um pouco instável com o saque na reta final do set, cometendo erros e duplas-faltas, e falhou na primeira chance que teve de sacar para fechar, mas soube administrar a vantagem. O canadense consegiu uma quebra logo na abertura do segundo set e cedeu o empate apenas no sexto game, em um dos dois break points que enfrentou na parcial. Os três últimos games da partida foram longos, mas todos favoreceram o canadense, que ganhou o carinho da torcida brasileira.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis