Notícias | Dia a dia
Chileno e argentino frustram título nacional no Rio
23/02/2019 às 22h42

Bellucci cometeu duas duplas faltas nos dois últimos pontos

Foto: Divulgação

Rio de Janeiro (RJ) - Mais uma vez não deu para os brasileiros em uma final do Rio Open. Os paulistas Thomaz Bellucci e Rogério Silva repetiram o mineiro Marcelo Melo, que perdeu a final de 2014, e também ficaram com o vice. Na decisão deste domingo, eles perderam de virada para o argentino Maximo Gonzales e o chileno Nicolas Jarry, com parciais de 6/7 (7-3), 6/3 e 10-7.

O vice-campeonato no ATP 500 vai render aos dois paulistas uma premiação de US$ 56.750 e mais 300 pontos no ranking de duplas. Campeões, Jarry e Gonzalez dividirão US$ 115.940, além dos 500 pontos do torneio.

Convidados da organização, os brasileiros foram os primeiros a enfrentar break-points na partida, salvaram um no terceiro game e depois mais três seguidos no sétimo. Eles perderam um set-point no saque dos rivais no 12º e a definição do primeiro set foi para o tiebreak, em que Bellucci e Rogerinho cederam apenas três pontos aos oponentes.

A segunda parcial acabou ficando nas mãos de Jarry e Gonzalez, que largaram bem e com uma quebra prematura trataram de marcar 3/0 de cara. A dupla sul-americana precisou apenas administrar a vantagem até o final para empatar o confronto e levar a decisão para o match-tiebreak.

O desempate final começou com o argentino e o chileno vencendo os dois primeiros pontos, com um mini-break a favor. Os paulistas deixaram tudo igual logo depois, mas na reta final acabaram levando a pior. Com duas duplas faltas seguidas de Bellucci, a primeira no 7-8 e a outra no match-point com 7-9, acabaram decretando a derrota brasileira.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis