Notícias | Dia a dia
Federer tenta recuperar quarto posto do ranking
25/02/2019 às 09h48

Campeão no Rio, Djere é agora 39º do ranking

Foto: Arquivo

Miami (EUA) - O suíço Roger Federer retorna nesta segunda-feira às quadras depois de sua fraca campanha no Australian Open, onde foi inesperadamente batido ainda nas oitavas de final. Além da busca pelo 100º troféu da carreira, Federer poderá recuperar o quarto lugar do ranking em caso de atingir o oitavo título no ATP 500 de Dubai.

Federer está em sétimo lugar, com 4.100 pontos, e tem chance de ir a 4.600, o que seria o suficiente para superar Juan Martin del Potro, que não defenderá os 500 pontos de Acapulco; o sul-africano Kevin Anderson, que preferiu se poupar e não vai ao ATP mexicano; e o japonês Kei Nishikori, que é cabeça 1 em Dubai, mas que ficaria 200 pontos atrás do suíço se for o vice.

A grande campanha em Marselha levou o grego Stefanos Tsitsipas ao 11º lugar do ranking, mas ele só terá chance de ir ao inédito top 10 durante Indian Wells ou Miami. O croata Marin Cilic, que está agora 130 pontos à frente do grego, disputa Dubai nesta semana e pode somar.

Entre as pequenas mudanças entre os top 20, Marco Cecchinato foi a 16º e se tornou o número 1 de seu país, imediatamente à frente de Fabio Fognini. Sem defender o troféu do Rio, o argentino Diego Schwartzman caiu seis postos e foi ao 20º.

As grandes ascensões da semana couberam aos inesperados finalistas do Rio: o sérvio Laslo Djere avançou 53 postos e agora é o 37º do mundo, enquanto o canandense Felix Auger-Aliassime subiu 44 e atingiu o 60º. Vencedor em Delray Beach, o moldávio Radu Albot foi do 82º para o 52º.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis