Notícias | Dia a dia
Bellucci e Rogerinho são a 22ª melhor dupla do ano
25/02/2019 às 10h19

Bellucci e Rogerinho jogaram juntos no Brasil Open

Foto: Arquivo

Miami (EUA) - Vice-campeões do Rio Open, os paulistas Rogerio Silva e Thomaz Bellucci viram a grande campanha render frutos no ranking de duplas. Com os 300 pontos somados no saibro carioca, eles se tornaram a 22ª melhor parceria do ano, à frente de outros times de peso.

Um dos que está atrás dos dois, por exemplo, é o mineiro Marcelo Melo, que não aparece sequer no top 100 da corrida da temporada com o polonês Lukasz Kubot e é apenas o 53º com o conterrâneo Bruno Soares.

Bellucci e Rogerinho somam apenas 15 pontos a menos que a dupla do gaúcho Marcelo Demoliner com o dinamarquês Frederik Nielsen, os 21º melhores do ano, e 30 a menos do que a forte equipe dos colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah, que estão em 20º.

A parceria de Bruno com o britânico Jamie Murray será retomada no ATP 500 de Acapulco e mesmo sem jogarem juntos desde o Australian Open eles seguem na zona de classificação para o Finals, aparecendo na sétima posição.

No ranking individual, Soares agora é o sexto e terá que defender os 500 pontos do título no torneio mexicano nesta semana. Melo aparece no 12º posto e Demoliner fecha o top 100 na 58ª colocação. Rogerinho saltou 147 lugares após o Rio, mas ainda é apenas o 166º, enquanto Bellucci disparou 258 posições, só que não passou da 192ª.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis