Notícias | Dia a dia
Garin avança no Brasil Open, Pella conhece rival
25/02/2019 às 20h51

Garin espera pelo vencedor entre Sakamoto e Munar, que duelam na terça

Foto: Marcello Zambrana/DGW

São Paulo (SP) - Nos jogos que abriram as disputas do Brasil Open, o chileno Christian Garin e o espanhol Roberto Carballes Baena avançaram à segunda rodada do ATP 250 realizado no Ginásio do Ibirapuera. Enquanto Garin marcou uma vitória tranquila, Carballes Baena precisou de três sets e entrou em rota de colisão com um dos favoritos.

Número 92 do mundo, Garin venceu o 101º colocado português Pedro Sousa por 7/6 (7-3) e 6/2. O chileno de 22 anos já havia superado Sousa quatro vezes em torneios de nível challenger e conquistou a primeira vitória sobre o rival na elite do circuito.

"Tive um primeiro set bastante irregular, demorei um pouco para me acostumar com as condições da quadra, que está rápida. No segundo set, já me senti melhor, acostumado. Fui mais agressivo, saquei bem e fui mais sólido na devolução", analisou Garin, que espera pelo jogo entre o paulista Pedro Sakamoto e o cabeça 6 espanhol Jaume Munar.

Ainda na rodada diurna desta segunda-feira, o espanhol Roberto Carballes Baena, 111º do ranking, venceu um duelo de 1h50 contra o alemão Maximilian Marterer por 3/6, 6/1 e 6/2 para garantir o duelo contra o canhoto argentino Guido Pella, terceiro favorito no torneio.

"Ele (Marterer) sacou bem no primeiro set e eu errei bastante. Tive oportunidades de quebrar o serviço, mas não consegui. A partir do segundo, me senti melhor, consegui ser mais agressivo e quase não errei mais", disse o espanhol, que tem uma vitória conta Pella no ATP de Winston-Salem do ano passado, mas perdeu para o argentino de 28 anos e atual 48º do ranking no challenger de Lima em 2014.

A primeira surpresa do torneio ficou por conta da vitória do argentino Marco Trungelliti, 121º do ranking, sobre o 70º colocado japonês Taro Daniel (cabeça 8 em São Paulo) por 6/4, 3/6 e 7/6 (7-5) em longas 2h46 de partida. Trungelliti espera pela estreia de Thiago Wild contra o sueco Elias Ymer.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis