Notícias | Dia a dia
Nadal revela que forma no momento não é a melhor
26/02/2019 às 10h17

Nadal espera contar com o apoio da torcida na estreia

Foto: Divulgação

Acapulco (México) - Principal favorito ao título do ATP 500 de Acapulco, o espanhol Rafael Nadal confessou não estar ainda na melhor forma para a disputa do torneio, em que estreará nesta terça-feira, por volta das 22h30 (horário de Brasília) contra o alemão Mischa Zverev. Ele contou que tirou uns dias de folga depois do Australian Open e ainda não treinou muito desde então.

Para complicar um pouco mais, o canhoto de Mallorca teve um contratempo em sua preparação para o evento. “Depois de um golpe, dei um mal jeito na mão e tibe que parar o treinamento. Tento me cuidar da melhor maneira possível. No ano passado já joguei muito pouco e estou tentando economizar partidas e treinamentos para alongar o máximo possível a minha carreira”, disse.

“Há coisas que você não pode controlar. Hoje foi praticamente meu primeiro dia de treino desde que cheguei, mas estou preparado para estreia e espero que o público possa me ajudar o nível que não alcancei nos treinos e assim possa superar a primeira rodada”, acrescentou Nadal, que tem medido melhor a quantidade de treinos e torneios para poder continuar firme no circuito.

“Tenho uma carreira longa, ainda que com várias lesões, mas sempre que volto consigo competir bem. Muita gente se aventurava a dizer, quando tinha 18-20 anos, que eu não jogaria por tanto tempo e não é isso que aconteceu”, finalizou o atual número 2 do mundo.

Duas vezes campeão em Acapulco, a primeira em 2005 e a última em 2013, o espanhol falou um pouco da figura do compatriota David Ferrer, que se aposentará no meio do ano. “Ele é um bom amigo meu, nós compartilhamos muitas experiências dentro e fora do circuito, além de uma grande pessoa, é um jogador que alcançou um nível muito alto. Fará falta”.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis