Notícias | Dia a dia
Destaques no saibro, Dellien e Londero avançam
26/02/2019 às 15h44

Londero conquistou seu primeiro ATP há três semanas, em Córdoba

Foto: Marcello Zambrana/DGW

São Paulo (SP) - Destaques na temporada sul-americana de torneios no saibro, o argentino Juan Ignacio Londero e o boliviano Hugo Dellien estrearam com vitória no Brasil Open. Os dois agora duelam entre si por vaga nas quartas de final do ATP 250 disputado no saibro do Ginásio do Ibirapuera.

Cabeça 7 do torneio e 66º do ranking, Londero estreou vencendo o italiano de 37 anos Paolo Lorenzi por 7/6 (7-3) e 6/1 em 1h19 de partida. "O primeiro set foi muito duro, ele sacou muito bem. E no segundo set, eu pude ficar um pouco mais atrás nas devoluções e creio que esse foi a chave para que jogo ficasse um pouco mais fácil".

Campeão do ATP 250 de Córdoba há três semanas, Londero vive uma mudança de status no circuito e já se sente mais respeitado pelos adversários. "Pode-se dizer que eu me sinto mais respeitado, estou jogando muito bem. Muita coisa mudou porque eu comecei a entrar direto nas chaves de ATP e estou muito feliz por isso".

Já o boliviano Hugo Dellien, 95º do ranking e vindo de uma campanha até as quartas de final no Rio Open, precisou de apenas 61 minutos para marcar 6/1 e 6/2 contra o espanhol vindo do quali Pedro Martinez. "Aproveitei todas as oportunidades que tive", afirmou o jogador de 25 anos. "Pensei que seria um jogo um pouco mais duro, porque o rival é jovem e vem de bons resultados, chegou à última rodada do quali no Australian Open".

"O resultado foi de 6/1 e 6/2, mas a partida foi intensa. Para que ganhar os pontos eu tinha que fazer um winner ou forçá-lo a errar, não foi uma partida em que o outro joga muito mal", complementa o boliviano, que conquistou seis quebras na partida e enfrentou apenas um break point.

Dellien e Londero ainda não se enfrentaram pela elite do circuito, mas já protagonizaram oito embates em torneios de nível challenger ou future. O argentino leva a melhor no histórico, vencendo seis desses encontros. "É um amigo do circuito", afirmou Dellien. "Nós nos conhecemos há muito tempo, desde o juvenil, jogamos em challenger várias vezes, mas estou confiante e preparado para isso. Vou tentar ganhar".

Quem também avançou foi o espanhol Albert Ramos, ex-top 20 e atual 86º do ranking. O canhoto de 31 anos venceu o argentino Facundo Bagnis por 6/1 e 6/3 e agora espera pelo vencendor entre o uruguaio Pablo Cuevas e o canadense de 18 anos Felix Auger-Aliassime.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis