Notícias | Dia a dia
'Não tive dúvida que poderia vencer', festeja Bia
28/02/2019 às 01h26

Bia recupera-se aos poucos no ranking

Foto: Divulgação

Acapulco (México) - A vitória histórica de Bia Haddad Maia na noite desta quarta-feira em WTA de Acapulco surpreendeu o circuito feminino, mas não a própria brasileira, que garantiu não ter tido qualquer dúvida de que poderia derrotar Sloane Stephens, número 4 do ranking, na segunda rodada.

"Joguei muito sólida, ganhei dela no melhor que ela tem, na solidez, e isso me deixou muito tranquila", analisou após a vitória por duplo 6/3 na úlltima quarta-feira. "Usei bastante o primeiro serviço. Joguei cada ponto acreditando 100% e foi isso que me fez sair com a vitória. Realmente não tive nenhum pingo de dúvida que eu poderia ganhar dela", garante.

A maior vitória de Bia na carreira até aqui havia sido contra a australiana Samantha Stosur, então 19ª do mundo, em maio de 2017. Antes de Stephens, a brasileira havia batido a trave contra outras seis top 10: Jelena Ostapenko (duas vezes), Karolina Pliskova, Garbiñe Muruguza, Simona Halep e Angelique Kerber.

"É uma vitória importante para mim e para o tênis brasileiro e estou muito feliz com mais essa conquista. É o resultado do trabalho duro de todo dia. É sobre acreditar sempre que é possível”, disse a número 1 do Brasil.

Bia encara nas quartas de final a chinesa Yafan Wang, 65ª do mundo, que avançou às quartas após a porto-riquenha Monica Puig desistir da partida ainda no primeiro set quando o placar anotava 4/1 para a chinesa. "Estou confiante, feliz, jogando solta, pensando jogo a jogo. Agora é me preparar para o próximo”, finalizou a brasileira.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis