Notícias | Dia a dia
Após sua maior vitória, Bia cai para chinesa nas quartas
28/02/2019 às 20h51

Bia tentava alcançar sua segunda semifinal na elite do circuito

Foto: Divulgação

Acapulco (México) - Um dia depois de comemorar a maior vitória de sua carreira, quando superou a número 4 do mundo Sloane Stephens, Beatriz Haddad Maia viveu um dia de muitos erros e pouca criatividade e não conseguiu manter o embalo. Principal jogadora brasileira na atualidade e 172ª do ranking, a paulistana de 22 anos acabou eliminada nas quartas de final do WTA de Acapulco diante da chinesa Yafan Wang, 65ª colocada, por 6/3 e 6/4. após 1h43 de partida.

Vinda do quali em Acapulco, Bia venceu quatro jogos seguidos no torneio e receberá 78 pontos, sendo 18 por duas vitórias do quali e mais 60 por ter vencido duas partidas da chave principal. Como a canhota paulista ainda defendia 30 pontos no México, já que foi às oitavas no ano passado, ela deve subir para o 150º lugar.

Bia buscava sua segunda semifinal em um torneio da elite do circuito. Ela já foi finalista de um WTA em Seul, em setembro de 2017, quando só parou diante da então número 10 do mundo e campeã de Roland Garros Jelena Ostapenko. A paulistana ainda aparece distante de seu recorde pessoal no ranking, que foi o 58º lugar, alcançado logo depois do vice-campeonato na Coreia do Sul há um ano e meio.

Sua atuação desta quinta-feira no entanto foi muito irregular. A brasileira cometeu nada menos que 23 erros no primeiro set, contra 15 da chinesa, e não teve bom desempenho com o saque. Apesar de ter acertado 83% do primeiro serviço, venceu apenas 43% desses pontos.

As tenistas rocaram quebras nos primeiros games e Bia conseguiu nova vantagem com 3/2. Porém outra vez permitiu a reação e aí se mostrou muito instável até a perda do set. A brasileira voltou a sair na frente no segundo set, com 2/0, mas o serviço teimava em escapar. A igualdade persistiu até 4/4, quando a chinesa se valeu dos sucessivos erros de Bia para obter sua quinta quebra e liquidar em seguida.

Laura também se despede  
Também em Acapulco, Laura Pigossi se despediu nas quartas de final do torneio de duplas. Laura e a chinesa Yafan Wang, algoz de Bia na chave individual, perderam por 6/3 e 6/0 para a mexicana Giuliana Olmos e a norte-americana Desirae Krawczyk em apenas 57 minutos. Atual 167ª colocada no ranking de duplas, Laura Pigossi está com 24 anos e receberá 60 pontos no ranking, que a farão se aproximar de seu recorde pessoal, o 142º lugar alcançado em 2016.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis