Notícias | Dia a dia
Federer eleva nível e fica a uma vitória do 100º título
01/03/2019 às 14h47

Federer pode ser o segundo jogador com 100 títulos de ATP

Foto: Arquivo

Dubai (Emirados Árabes) - Depois de passar aperto em seus três primeiros jogos pelo ATP 500 de Dubai, Roger Federer teve seu melhor desempenho na semana e garantiu vaga na final da competição. O suíço superou nesta sexta-feira o croata Borna Coric, número 13 do mundo, por duplo 6/2 em apenas 1h08 de partida. O resultado desempata o histórico entre Federer e Coric, agora com três vitórias do suíço e duas para o jovem croata de 22 anos.

Vencedor de 99 títulos de ATP na carreira, Federer está a uma vitória de sua centésima conquista. Até hoje, apenas o norte-americano Jimmy Connors, dono de 109 títulos, chegou aos três dígitos. Heptacampeão em Dubai, o suíço enfrentará o grego Stefanos Tsitsipas na final marcada para o meio-dia (de Brasília) deste sábado. Tsitsipas foi o responsável por eliminar Federer nas oitavas de final do Australian Open, em janeiro.

Ex-número 1 do mundo e atual sétimo colocado aos 37 anos, Federer pode terminar a semana na quarta posição do ranking. Com os 300 pontos já garantidos está voltando ao top 5 ao ultrapassar Kevin Anderson e Kei Nishikori. Se for campeão, o suíço ainda tem chance de tomar a posição do argentino Juan Martin del Potro já na próxima segunda-feira e ficar atrás apenas de Novak Djokovic, Rafael Nadal e Alexander Zverev. Lembrando que Del Potro certamente irá cair no ranking em março, já que não poderá defender seu título de Indian Wells.

Federer sequer enfrentou break points na partida e cedeu apenas onze pontos em seus games de serviço, sendo oito no primeiro set e somente três no segundo. O suíço liderou a estatística de winners por 21 a 11, além de ter cometido um erro a menos, 13 contra 14 de Coric. Além disso, o ex-líder do ranking terminou o jogo com quatro quebras e fez 7 a 1 em aces. 

O jogo começou com Coric firme no fundo de quadra, enquanto Federer forçava o saque e tentava ser agressivo também nas devoluções. Mas vindo de duas derrotas seguidas para o rival croata, o suíço passou a fugir do backhand durante o serviço do adversário e para usar mais o forehand agressivo e cruzado. A estratégia deu certo e rendeu uma quebra ainda no terceiro game disputado. O ex-número 1 do mundo mantinha a tática de não dar ritmo ao adversário e ainda conquistaria mais uma quebra antes de fechar o set inicial.

Logo na abertura do segundo set, Federer ampliou a vantagem ao conseguir a quebra em um longo game com quase nove minutos. Uma das apostas de Coric para mudar a dinâmica do jogo era tentar ir à rede antes do suíço, o croata se arriscou até no saque-e-voleio. Mas nada que o jovem jogador tentasse foi suficiente para frear o ímpeto de Federer, que seguiu implacável em seu saque e não ofereceu chances de reação ao adversário. 

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis