Notícias | Dia a dia
Djere repete o Rio e volta a superar Aliassime
01/03/2019 às 21h44

Djere enfrentará o canhoto argentino Guido Pella na semifinal

Foto: Marcello Zambrana/DGW Comunicação

São Paulo (SP) - Assim como aconteceu na final do Rio Open, na semana passada, o sérvio Laslo Djere levou a melhor para cima da promessa canadense Felix Auger Aliassime, em duelo válido pelas quartas de final do Brasil Open. Se na semana passada o atual número 37 do triunfou em sets diretos, nesta sexta-feira ele precisou de três, anotando parciais de 6/2, 3/6 e 6/3.

Djere já acumula sete vitórias seguidas em solo brasileiro. O sérvio iniciou o Rio Open, na semana passada no 90º lugar do ranking. Com o título no ATP 500 e mais três vitórias em São Paulo, ele irá novamente superar seu melhor ranking da carreira e já assegura o 32º lugar, com possibilidade de debutar no top 30 com mais uma vitória.

Seu adversário na semifinal será o argentino Guido Pella, cabeça de chave número 3, que mais cedo derrotou o compatriota Marco Trugelliti com direito a ‘pneu’ e placar final de 6/0 e 6/3, depois de 1h20 de jogo.

O primeiro set foi equilibrado nos quatro primeiros games, com os sacadores prevalecendo sem dificuldades. No quinto, Aliassime vacilou com o serviço e levou a primeira quebra da partida. Ele teve um break para tentar devolver a desvantagem logo em seguida, mas não só acabou desperdiçando a chance, como amargou mais uma quebra contra e viu a parcial ficar com Djere.

Apesar da pouca idade, o canadense mostrou maturidade no começo do segundo set, primeiro salvou dois break-points logo no game inicial e em seguida obteve a quebra que o permitiu abrir 3/0. O canadense ainda teve chance de ampliar a diferença no sexto, mas não conseguiu. Djere chegou a pedir atendimento médico logo após o 5/2, se manteve no jogo, só que não evitou o empate do rival.

No terceiro e decisivo ser a consistência de Djere e seus golpes potentes de forehand fizeram a diferença. A primeira chance de quebra veio para o sérvio no sexto game e ele não a desperdiçou. O campeão do Rio Open perdeu dois match-points no saque do rival, para logo na sequência confirmar o seu e mais uma vez derrubar Aliassime.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis