Notícias | Dia a dia
Fora de casa, Brasil jogará no saibro pela Fed Cup
06/03/2019 às 16h32

Jogos contra a Eslováquia acontecerão entre os dias 20 e 21 de abril

Foto: Sergio Llamera/ITF

Bratislava (Eslováquia) - Foi divulgada nesta quarta-feira a sede do confronto entre Eslováquia e Brasil pelos playoffs do Grupo Mundial II da Fed Cup, que acontecerão nos dias 20 e 21 de abril. Os jogos serão disputados em quadra coberta e com piso de saibro instalada na AXA Arena NTC, na capital Bratislava.

Como a rodada de semifinais e playoffs da Fed Cup acontece no fim de semana anterior ao início do Premier de Stuttgart, também no saibro e em quadra coberta, e pouco antes dos fortes torneios de Madri e Roma, é bem comum que as equipes europeias escolham jogar no saibro para ter suas principais jogadoras à disposição.

Vencedor do Zonal Americano I no saibro colombiano em fevereiro, o Brasil disputará os playoffs de acesso na Fed Cup pela quarta vez, repetindo o que já havia acontecido em 2003, 2005 e 2014. Em caso de vitória, a equipe nacional jogará o Grupo Mundial II da competição em 2020 e terá a oportunidade de chegar à elite da Fed na temporada seguinte.

Desde 1995, quando foi adotado o formato atual do torneio, o Brasil sempre esteve no zonal e nunca se classificou sequer para o Grupo Mundial II. Lembrando que a equipe nacional já chegou duas vezes às quartas de final pelo antigo formato da competição, em 1965 e 1982.

O time brasileiro venceu a seletiva continental no saibro colombiano de Medellín com Beatriz Haddad Maia, Carolina Meligeni Alves, Luisa Stefani e Gabriela Cé. Também viajou junto com a equipe a jovem paulista Thaísa Pedretti. A capitã é a experiente treinadora Roberta Burzagli, que assumiu o cargo a partir desta temporada.

Adversária do Brasil, a Eslováquia disputa a Fed Cup desde 1994 e já conquistou um título em 2002. O país tem quatro jogadoras no top 100 do ranking de simples da WTA: Dominika Cibulkova (35ª), Viktoria Kuzmova (43ª), Anna Karolina Schmiedlova (63ª) e Magdalena Rybarikova (74ª). Em fevereiro, as eslovacas perderam para a Letônia pelo Grupo Mundial II.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis