Notícias | Dia a dia
Bellucci busca a virada e faz semi em Santiago
08/03/2019 às 19h42

Bellucci busca sua 16ª final de challenger na carreira profissional

Foto: Divulgação

Santiago (Chile) - Atuando em condições que favorecem seu estilo de jogo, Thomaz Bellucci garantiu vaga na semifinal do challenger de Santiago. Bem adaptado à combinação entre saibro e altitude na capital chilena, Bellucci conseguiu sua terceira vitória seguida na competição ao superar o italiano Alessandro Giannessi por 3/6, 6/4 e 6/4 em 2h41 de partida.

Esta é a primeira semifinal de Bellucci desde setembro do ano passado, quando atingiu a penúltima rodada no saibro italiano de Gênova. Ex-número 21 do mundo e vencedor de quatro títulos de ATP, o paulista de 31 acumula também nove troféus de challenger na carreira e busca a 16ª final em torneios deste porte.

O histórico de Bellucci em Santiago é favorável. Ainda em 2008, o canhoto de Tietê venceu um challenger na cidade. Dois anos mais tarde, quando já vivia seu melhor momento na carreira, conquistou na capital chilena seu segundo título de ATP.

Bellucci aparece atualmente no 232º lugar do ranking mundial. A campanha até a semifinal rende 29 pontos no ranking que será divulgado no dia 18 de março, após o Masters 1000 de Indian Wells. Como o paulista tem 15 pontos a defender, ele deve se aproximar do 220º posto. Se for finalista, fará 48 pontos e ficará mais perto da volta ao top 200. O título vale 80 pontos.

O adversário de Bellucci na semifinal marcada para às 14h (de Brasília) deste sábado será o boliviano Hugo Dellien, que aos 25 anos vive sua melhor fase na carreira ao ocupar o 87º lugar do ranking mundial. Dellien venceu os dois duelos anteriores contra o paulista, ambos no ano passado, no saibro alemão de Marburg e no torneio norte-americano de Tallahassee.

O saque de Bellucci foi frequentemente ameaçado durante o set inicial, especialmente quando o paulista dependia do segundo serviço. Foram apenas cinco pontos em quinze jogados nessas condições, que permitiram a Giannessi criar oito break points e aproveitar um deles, ainda no começo, para vencer o primeiro set da partida. A parcial seguinte foi dominada pelos sacadores durante nove games. Mesmo com apenas 45% de primeiros serviços em quadra, Bellucci já corria menos riscos e só enfrentou três break points. O paulista também já conseguia pressionar mais o italiano nas devoluções e conseguiria a quebra no último game do set, no décimo break point que teve.

Apesar do desgaste, Bellucci conseguia se manter agressivo na partida e foi o primeiro a quebrar no set decisivo, chegando a liderar por 4/2, mas permitiu o empate após um game de serviço muito ruim, em que cometeu três erros não-forçados. No entanto, bastou uma série de boas devoluções para colocar o italiano em um perigoso 0-40. Giannessi chegou a salvar dois match points, mas acabou cometendo um erro forçado na sequência após mais uma devolução profunda do ex-top 30. Bellucci terminou o jogo com três aces, oito duplas-faltas e aproveitando três dos 15 break points que teve.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis